iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/09 - 11:46

Ibson reclama e gera nova polêmica na Gávea

Meia saiu de campo com cara de poucos amigos e seguiu direto para os vestiários, ao contrário de Josiel

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Assim como na derrota para o São Paulo, Ibson reclamou ao ser substituído pelo técnico Caio Júnior na partida deste sábado, contra o Sport. O meia deu lugar ao atacante Vandinho, que acabaria sendo o nome do jogo, dando uma assistência e marcando um gol na vitória de virada do Flamengo por 2 a 1 sobre os pernambucanos.

Ibson saiu de campo com cara de poucos amigos e seguiu direto para os vestiários. Josiel, substituído um pouco antes, por exemplo, seguiu no banco de reservas até o fim do jogo e comemorou o triunfo heróico com os demais colegas. Caio Júnior evitou polemizar sobre o assunto, mas prometeu analisar a possível insatisfação do meia.

“Só no Brasil ainda se tem essa cultura de titular e reserva. Fiquei oito anos em Portugal e lá as coisas eram diferentes. O profissional tem que aceitar as decisões. Eu não vi nada, mas vou cobrá-lo se isso tiver acontecido. Já tivemos uma situação desta contra o São Paulo”, recordou o comandante rubro-negro, antes de decretar.

“O que tem que se dizer é que às vezes o jogador fala alguma coisa e se arrepende cinco minutos depois. No jogo com o São Paulo, por exemplo, o Ibson falou comigo logo em seguida. Mas o que tem que ficar bem claro é que eu sou o treinador e sempre vou tirar quem tiver que sair”, avisou Caio.

Na visão do treinador, aliás, a entrada decisiva de Vandinho provou mais uma vez a força do renovado elenco do Flamengo. “O São Paulo foi bicampeão brasileiro justamente por causa disso, saia um jogador e entrava outro do mesmo nível. Com certeza estas opções vão fazer diferença daqui para frente”, previu.

Além de Caio Júnior, os jogadores do Flamengo também evitaram se estender quando questionados sobre a atitude de Ibson. “Ele tem vontade de jogar, assim como todos que estão aqui. É querido por todos dentro do clube e também luta muito pelo Flamengo. Ele queria ajudar o time. Não levamos isso pelo mau caminho”, defendeu o capitão Fábio Luciano.


Leia mais sobre: Ibson Flamengo



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo