iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/09 - 00:16

Nos minutos finais, Inter empata com a Universidad Católica

Gol salvador foi marcado por Adriano, aos 39 do segundo tempo; Com o resultado o Inter pode empatar sem gols e ainda assim se classificar na Sul-Americana

Gazeta Esportiva

SANTIAGO (Chile) - No fim, Inter consegue empate na Sul-americana Mesmo com a preservação dos principais jogadores, o Inter conseguiu empatar por 1 a 1 com a Universidad Católica. O time reserva, reforçado por quatro titulares (Clemer, Ricardo Lopes, Bolívar e Edinho) enfrentou dificuldades para se impor no gramado do Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile.

Dessa forma, basta ao Colorado um empate sem gols na partida de volta das oitavas-de-final da Copa Sul Americana. O gol chileno foi marcado pelo jovem atacante Barrientos. No fim do jogo, Adriano deixou tudo igual.

Três titulares – Alex, Guiñazu e Gustavo Nery – nem compuseram o banco de reservas. Os atletas foram poupados visando o clássico Gre-Nal de domingo pelo Campeonato Brasileiro. O resultado termina com uma série de três vitórias seguidas da equipe de Tite.

Com um time que nunca havia atuado junto, a falta de entrosamento comprometeu o desempenho colorado. Os comandados de Tite começaram esperando o adversário, mas aos poucos começaram a adiantar a marcação. Porém, os chilenos conseguiam achar os buracos deixados pela defesa vermelha. Com Valenzuela, pela esquerda, e Vasquez, pela direita, a Universidad conseguia atacar utilizando os lados do campo.

O primeiro susto levado por Clemer ocorreu aos cinco minutos. Após cruzamento, González desviou de cabeça e a bola passou a poucos centímetros da trave esquerda do goleiro colorado. O Inter era lento para sair no contra-ataque, dando possibilidade para a defesa adversária se recompor. Daniel Carvalho era o único que conseguia dar prosseguimento às jogadas.

As melhores chances gaúchas foram com Adriano. Aos 15 minutos, Daniel Carvalho cruzou e o atacante arrematou com o peito para a defesa com os pés de Buljubasich. No fim da primeira etapa, a defasa chilena saiu jogando errado, Adriano roubou a bola e encobriu o goleiro, a bola acabou roçando no travessão e saindo pela linha de fundo.

Na seqüência da jogada, La Católica aproveitou-se melhor do vacilo do oponente. Bolívar não conseguiu afastar a bola, após tabela com Gutiérrez, Barrientos bateu cruzado e colocou o 1 a 0 no placar.

No intervalo da partida, Tite sacou Edinho para colocar Magrão com a intenção de melhorar o passe no meio-campo. A troca deixou a equipe mais ativa. Aos cinco minutos da segunda etapa, Ricardo Lopes cobrou falta com força, mas o goleiro chileno, bem posicionado, espalmou. Enquanto a serração vinda da Cordilheira do Andes descia, a produção colorada subia. Daniel Carvalho seguia sendo o criador dos melhores jogos. O meia-atacante, aos 19 minutos, deixou Marcão em boas condições de marcar, mas o arremate do lateral saiu desviado para fora.

Os donos da casa levavam perigo nos cruzamentos provenientes da linha de fundo, jogada que a defesa colorada não consegui neutralizar. Na metade do segundo tempo, D’Alessandro mesmo no banco de reservas foi expulso pelo árbitro Roberto Silvera por reclamação. A melhor jogada saiu dos pés de Taison, aos 28 minutos. O garoto conduziu a bola por metade do campo, as falhou na finalização, já dentro da área. Nos instantes finais, o Inter tentou buscar o empate a todo custo. Em contra-ataque aos 39 minutos, Daniel Carvalho lançou Adriano, que driblou o defensor e bateu firme para igualar o marcador. A Católica ainda levou perigo num tiro de longa distância.

O confronto de volta está marcado para 1º de outubro, no Beira-Rio, no estranho horário das 17 horas. O empata sem gols basta para o Inter se classificar para a semifinal. Novo 1 a 1, a decisão será nos pênaltis.

Com empates a partir do 2 a 2, os chilenos passam de fase. Quem vencer a partida prosseguirá na competição. Antes disso, o Inter enfrenta o Grêmio, no domingo, pelo Brasileirão. Já La Católica entra em campo no mesmo dia pelo campeonato chileno contra o Palestino.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA 1 X1 INTERNACIONAL (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local
: Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago (Chile)
Data : 25 de setembro de 2008, quinta-feira
Árbitro : Roberto Silvera (Uruguai)
Assistentes : Maurício Espinosa e Miguel Ángel Rives (ambos do Uruguai)
Cartões amarelos : Valenzuela (U); Rosinei, Andrézinho e Adriano (I). Cartão vermelho : D’Alessandro (I)
Gols :
UNIVERSIDAD CATÓLICA: Barrientos, aos 42 minutos do segundo tempo.
INTERNACIONAL: Adriano, aos 39 minutos do segundo tempo.

UNIVERSIDAD CATÓLICA: José María Buljubasich; Rodrigo Valenzuela Facundo Imboden, Marco González (Eros Perez) e Albert Acevedo; Gary Medel, Iván Vásquez, Jorge Ormeño e Milovan Mirosevic; Julio Gutiérrez e Sebastián Barrientos (Jeremías Caggiano)
Técnico: Fernando Carvallo

INTERNACIONAL: Clemer; Ricardo Lopes, Danny Moraes, Bolívar e Marcão; Edinho (Magrão), Rosinei (Ramon), Taison e Andrézinho; Daniel Carvalho e Adriano.
Técnico: Tite


Leia mais sobre: Internacional Copa Sul-Americana

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

internacional

Bom resultado
Com gol de Adriano (foto), Colorado conseguiu uma pequena vantagem para o jogo de volta

Topo
Contador de notícias