iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/09 - 18:00

Técnico da seleção volta a pedir paciência com Alexandre Pato

"O Pato é um talento, um jogador novo. Não estou falando que confiamos nele porque fez gols recentemente", disse

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Jogador mais novo da seleção brasileira de futebol, o atacante Alexandre Pato terá tempo para poder desenvolver seu trabalho com o técnico Dunga. Apesar da pressão do País sobre o jovem de apenas 19 anos, o treinador canarinho evitou cobrar lances espetaculares e show de gols do atleta do Milan, apesar da boa fase do ex-Colorado no futebol italiano.

Pato marcou um gol nas duas últimas partidas do Milan: na vitória por 3 a 1 sobre o Zurique, pela Copa da Uefa, e outro no triunfo por 4 a 1 sobre a Lazio pelo Campeonato Italiano. Dunga, no entanto, se esforça para assoprar para longe a nuvem de cobranças sobre o camisa 7 rossonero.

“O Pato é um talento, um jogador novo. Não estou falando que confiamos nele porque fez gols recentemente”, ressaltou Dunga, minimizando o fato de o jovem ter sido ofuscado nos Jogos Olímpicos de Pequim. “Todo mundo sabe que é normal ter esse momento no futebol, até por causa da juventude. Mas eu sempre falei que deveríamos ter paciência e calma com ele”, prosseguiu.

Dunga também evitou qualquer possibilidade de colocar Pato em campo já como titular diante da Venezuela, em 12 de outubro. “Na vida, as coisas têm um passo tranqüilo. Ele é um jogador que não podemos pressionar. Temos é que deixá-lo jogar futebol naturalmente, que é o que ele de melhor sabe fazer”, concluiu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar