iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/09 - 15:55

Para Dunga, Mancini irá descongestionar o meio-campo brasileiro
Mancini acabou ganhando nova chance graças à nova função que ganhou na Roma: atuando como meia

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O decepcionante empate por 0 a 0 contra a Bolívia na última apresentação da seleção brasileira pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 fez o técnico Dunga buscar soluções. A que o treinador melhor encontrou foi o ala Mancini, da Inter de Milão, que foi chamado ao grupo verde-amarelo pela primeira vez em quatro anos.

Mancini começou a carreira como lateral-direito. Quando se transferiu para a Itália, pouco a pouco migrou para o meio-campo, dada a sua facilidade em atacar. O jogador de 28 anos, no entanto, era convocado para a seleção brasileira para atuar mais recuado, na lateral, e acabou não emplacando. Sua última convocação havia sido na metade de 2004, para disputar a Copa América sob o comando de Carlos Alberto Parreira.

Realizando um bom trabalho em seu novo clube, a Inter de Milão, Mancini acabou ganhando nova chance graças à nova função que ganhou na Roma: atuando como meia, caindo também pelas pontas. Para Dunga, uma característica fundamental para o atual momento da seleção, que encontra ferrolhos defensivos nos adversários e congestionam o meio-de-campo.

“O Mancini tem características diferentes. Joga pelas laterais, possui iniciativa do drible, além de força, velocidade”, argumentou Dunga. “Gosto de jogadores assim, já que todos Brasil jogam assim fechados, precisamos dessas características”, emendou.

Para o técnico da seleção do Brasil, a boa fase de Mancini também na Inter de Milão, equipe com a qual assinou no início desta temporada do futebol europeu, foi fundamental para seu retorno ao time.

“Ele é um jogador que se adaptou muito bem ao futebol europeu e vem para recompor o meio”, explicou Dunga, rechaçando a possibilidade de atuar com o jogador novamente na lateral – convocou Maicon e Daniel Alves para a função. “Achamos que chegou o momento de trazer o Mancini”, argumentou o comandante do Brasil.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar