iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/09 - 18:35

Em branco contra a Bolívia, Luís Fabiano vislumbra artilharia
Com quatro gols marcados, o atacante brasileiro  divide a artilharia das Eliminatórias com cinco outros jogadores

Gazeta Esportiva

SEVILHA (Espanha) - Convocado mais uma vez para formar o ataque da seleção brasileira nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010, o atacante Luís Fabiano quer voltar a marcar gols com a camisa verde-amarela. Um dos seis artilheiros do torneio classificatório, o centroavante do Sevilla quer balançar as redes mais vezes para poder realizar o sonho de disputar a sua primeira Copa.

“Sou atacante e minha função é fazer gols, seja no Sevilla ou na seleção brasileira”, sublinhou o ex-são-paulino. “Quero ajudar o Brasil a vencer os jogos e se classificar para mais uma Copa. E seria muito bom para a minha continuidade na equipe terminar as Eliminatórias como artilheiro”, avisou.

Luís Fabiano, contudo, não se livrou de um discurso já famoso entre os atacantes. “Não estou preocupado em atingir marcas pessoais, a artilharia será uma conseqüência. Se num jogo eu perceber um companheiro mais bem colocado em campo, com certeza vou fazer o passe para ele”, repetiu.

Com quatro gols marcados, Luís Fabiano divide a artilharia das Eliminatórias com o argentino Juan Román Riquelme, o chileno Humbero Suazo, o paraguaio Nelson Valdez e os uruguaios Diego Forlán e Sebastian Abreu. Na última partida que disputou pela seleção, no entanto, o atacante foi ineficaz diante da defesa boliviana, que segurou o 0 a 0 em pleno Engenhão.

“Sabemos que não fizemos um bom jogo contra a Bolívia e tenho certeza de que todo o grupo quer mostrar que aquela foi uma atuação atípica”, esclareceu, já vislumbrando o jogo contra a Colômbia, em 15 de outubro no Maracanã. “Sempre que jogamos com o apoio do nosso torcedor nos tornamos mais fortes. Por isso, queremos reconquistar a confiança deles”, encerrou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar