iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/09 - 03:14

Contrato de jogador do Áncash gera dúvidas no Peru

Carlos Flores teria defendido o seu terceiro clube diferente no prazo de um ano, o que é ilegal segundo a Fifa

Gazeta Esportiva

LIMA (Peru) - O Sport Áncash vive uma fase importante de sua história com a participação na Copa Sul-Americana, mas terá que trabalhar nos bastidores para evitar uma punição na Justiça. Isso porque o contrato do meio-campista Carlos Flores é motivo de questionamento junto a outros clubes peruanos.

A direção do Sport Boys promete enviar uma carta à Federação Peruana de Futebol com o objetivo de pedir uma punição adversário. A alegação é que Carlos Flores defende seu terceiro clube diferente no prazo de um ano, algo ilegal segundo o regulamento da Fifa.

No início do ano, Flores atuou pelo desconhecido Pereira, da Colômbia. Na seqüência, disputou o Torneio Apertura do Campeonato Peruano justamente pelo Sport Boys.

Como Flores já participou de seis partidas do Torneio Clausura, o Sport Áncash corre o risco de perder até 18 pontos na competição nacional. Além disso, fica a expectativa de um pronunciamento do Palmeiras em relação ao adversário peruano na Copa Sul-americana e um possível questionamento junto à Confederação Sul-americana de Futebol.


Leia mais sobre: Carlos Flores Sport Áncash Copa Sul-Americana



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar