iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/09 - 11:15

Condenado, Brasiliense manda jogo contra Bragantino em Goiânia

Equipe esteve ameaçada de perder mando de dez partidas; além da condenação mínima de um jogo, o clubepagará multa

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - O Brasiliense foi punido nesta quarta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela briga entre torcidas na partida contra o Ceará, em jogo no Estádio Serejão no último dia 5. Na ocasião, o Jacaré venceu por 3 a 1, mas a torcida da casa acabou se envolvendo em confusão nas arquibancadas com os visitantes cearenses.

O STJD julgou o caso e decidiu punir o Brasiliense pela confusão. O time candango perdeu o mando de campo de um jogo e terá que enfrentar o Bragantino, em 30 de setembro, longe de Taguatinga. Com isso, o compromisso – válido pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro – acontecerá no Serra Dourada, em Goiânia.

A punição, entretanto, poderia ter sido mais grave, já que o Brasiliense esteve ameaçado de perder o mando de campo de dez partidas. No fim, além da condenação mínima de um jogo, o clube ainda recebeu uma multa de R$ 30 mil (que poderia chegar a R$ 100 mil), dada por unanimidade pela Primeira Comissão Disciplinar do STJD.

As pendências jurídicas do Brasiliense, entretanto, ainda não se encerraram. O presidente do clube, o ex-senador Luiz Estevão, será julgado por incidentes no clássico do último final de semana contra o Gama. Na ocasião, Estevão fez gestos obscenos aos rivais, o que deve custar a ele outro julgamento no STJD.

O dirigente pode ser denunciado pela Procuradoria do Tribunal no artigo 188 (manifestar-se de forma desrespeitosa ou ofensiva contra membros do Conselho Nacional de Esporte, dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva, e contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Caso condenado, Luiz Estevão pode sofrer suspensão de até 180 dias. Entretanto, o ex-senador ainda depende da súmula redigida pelo árbitro Péricles Bassols Cortez na partida para saber se será denunciado.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar