iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/09 - 15:14

Paulista inicia reformulação para renascer em 2009

Clube que foi vice-campeão paulista em 2004 e campeão da Copa do Brasil em 2005 luta por vaga na série D

Gazeta Esportiva

JUNDIAÍ - O ano de centenário do Paulista não será o dos sonhos da torcida do time do Jundiaí. Depois de cair logo na primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, a equipe precisará conquistar no Estadual a vaga na recém-criada Série D de 2009.

Quase nada para um clube que até outro dia emergia como uma das principais forças do interior de São Paulo, sendo vice-campeão paulista em 2004 e campeão da Copa do Brasil em 2005.

Para renascer no ano em que completa 100 anos de fundação, o Galo da Japi aposta em profissionais com forte identificação com o clube. Depois de comandar o time nas duas últimas partidas da péssima campanha da Terceirona, o técnico Luiz Carlos Ferreira foi mantido no cargo e terá tempo para montar o elenco que disputará o Paulistão. 'Vamos trabalhar arduamente até mesmo 16 horas por dia se for necessário para reconstruirmos o nosso Paulista', prometeu o treinador, segundo o site oficial do clube.

Contratado para tentar salvar o Galo da eliminação nas duas últimas partidas da primeira fase da Série C, Ferreira não cumpriu o objetivo e não era o principal nome da lista de treinadores da diretoria jundiaiense. No entanto, a sua forte ligação com o clube pesou na hora da decisão. Antes desta Terceirona, ele já havia comandado o Paulista em 2003, livrando o time do descenso no Paulistão naquele ano. “Procuramos pessoas que gostam do Paulista', confirmou o presidente Eduardo Palhares.

Seguindo esta linha, a diretoria trouxe mais dois velhos conhecidos para compor a comissão técnica. O preparador físico da equipe em 2009 será Fernando Moreno, outro que conhece Jayme Cintra de outros tempos. Ele passou pela equipe entre os anos de 1995 a 2000 e depois entre 2002 a 2005. Já o ex-zagueiro Anderson, capitão da equipe campeã da Copa do Brasil em 2005, iniciará a sua carreira fora dos gramados com o cargo de gerente de futebol.

“Chego para trabalhar agora da mesma maneira quando cheguei anos atrás para jogar aqui no Paulista, bem quietinho, falando pouco e trabalhando muito. Mas espero fazer um bom trabalho como o Toninho Cecílio faz no Palmeiras e o Antonio Carlos faz no Corinthians', comentou Anderson. “Queremos jogadores que vistam a camisa do Paulista e que não venham apenas para cumprir horário. O jogador tem que saber da responsabilidade de vestir a camisa do Paulista', completou.

Com a eliminação precoce na Série C, o futebol profissional do Paulista encerrou as atividades em agosto deste ano. Assim, grande parte do elenco que fracassou na competição foi dispensada ou emprestada para outros clubes. Agora, a expectativa é que até novembro Ferreira já forme a base do time que jogará o Paulistão. 'Vamos tentar trazer o máximo de jogadores agora ou já deixar acertado um pré-contrato. Vamos ter um time bom, com jogadores de qualidade”, garantiu o treinador.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar