iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/09 - 14:29

Montenegro desiste e Rotenberg e Portella surgem como favoritos

O dirigente contava com o apoio do presidente Bebeto de Freitas e alegou problemas pessoais para não concorrer

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Atual colaborador do departamento de futebol do Botafogo e ex-presidente do clube, Carlos Augusto Montenegro desistiu de se candidatar na eleição deste ano do clube, que acontecerá no dia 27 de novembro. O dirigente, que tinha anunciado sua candidatura e que contava com o apoio do presidente Bebeto de Freitas, alegou problemas pessoais para não concorrer.

Com isso, os nomes mais cotados para representarem a situação são de Ricardo Rotenberg, outro colaborador da atual gestão, e Marcos Portella, vice-presidente geral do clube na primeira gestão de Bebeto. Portella representa o Movimento Carlito Rocha, que ajudou a lançar o nome de Bebeto na eleição de 2002.

“O Carlos Augusto Montenegro está com alguns problemas particulares que tornam complicada a sua candidatura nas eleições de novembro. Mas os torcedores do Botafogo não precisam se preocupar, pois vamos encontrar um nome de consenso para dar seqüência a esse belo trabalho que o Bebeto começou em 2002”, disse Rotenberg.

Perguntado se aceitar sair candidato, Rotenberg confirmou que surge como um dos principais nomes, assim como Marcos Portella. “Ainda não defini se aceitarei ou não, porque tenho que ver se realmente estou preparado, embora muitos sócios e dirigentes tenham considerado meu nome como positivo. O Marcos Portella também pode ser candidato. O importante é que o nome escolhido conte com o apoio de todos”, disse.

Nos bastidores de General Severiano, uma fonte revelou à Gazeta Press que o lançamento precoce de Montenegro foi uma grande jogada da situação para facilitar o consenso. Isso porque Ricardo Rotenberg estaria realmente sendo preparado para concorrer desde que o empresário Manoel Renha, o preferido de nove entre dez conselheiros, declinou do convite.

Portella tem contra ele o fato de não contar com a amizade do próprio Montenegro, que por sua vez não é bem visto no Movimento Carlito Rocha. Cláudio Good, atual vice-presidente geral, corre por fora para concorrer.

Resta saber se, com Rotenberg na disputa, a oposição vai lançar um nome e - é provável que isso aconteça, pois os opositores consideram o atual colaborador o nome mais fácil de se derrotar no pleito de novembro. Nesse caso, quem deve sair como opção à chapa de situação é Antônio Carlos Mantuano, que foi derrotado na eleição passada por Bebeto. Nos corredores do clube, porém, comenta-se que dificilmente um nome sem o apoio do atual presidente vai sair vitorioso.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar