iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/09 - 23:59

Furacão empata com o Chivas e arranca vantagem no México
O time brasileiro ficou por duas vezes na frente no placar, mas permitiu a reação dos donos da casa

Gazeta Esportiva

GUADALAJARA (México) - O Atlético Paranaense foi ao México com seu time reserva e conseguiu uma boa vantagem na Copa Sul-americana ao empatar em 2 a 2 com o Chivas Guadalajara, jogando do Estádio Jalisco. O time brasileiro ficou duas vezes na frente no placar, mas permitiu a reação do adversário.

O mexicanos nem tiveram tempo de se armarem e já saíram atrás no placar. Logo no primeiro minutos, o goleiro Rodríguez deu rebote após chute de Renan, de fora da área, e Pedro Oldoni apareceu para mandar para o fundo das redes. O time rubro-negro começou a partida com vontade e, aos quatro minutos, Anderson Aquino bateu forte e o goleiro mexicano tocou pela linha de fundo.

Mesmo com a pressão sofrida, o Chivas só precisou de um ataque, aos seis minutos, para empatar. Assim como no gol brasileiro, Arellano aproveitou rebote do goleiro Vinícius para mandar para o gol. Depois do gol, o time da casa passou a dominar as ações. O Furacão assustava em jogadas de bola parada, como uma cobrança de escanteio aos 13 minutos, que Julio dos Santos desviou por cima da meta.

Como os dois times com más campanhas em seus campeonatos nacionais, ambos buscavam o ataque, mas rapidamente se recompunham na defesa. Aos 22 minutos, Arellano recebeu lançamento, mas foi travado na hora do chute por Alex Fraga. Aos 30 minutos, Morales levantou e Alan Bahia apareceu para afastar na pequena área. Aos 38 minutos, em um rápido contra-ataque, Pineda apareceu com liberdade na frente de Vinícius, mas tocou para fora.

Na segunda etapa, o time mexicano voltou tentando pressionar desde os primeiros movimentos da bola. Aos três minutos, Pineda abriu espaço e chutou para boa defesa de Vinícius. Aos seis minutos foi a vez de Medina testar o goleiro atleticano que mais uma vez foi bem. O Chivas continuava dominando, assim como antes do intervalo, e estava mais próximo do segundo gol. Aos 10 minutos, Santana ganhou de cabeça da zaga, mas mandou por cima da meta.

O Furacão aparecia no ataque em lances esporádicos. Até que aos 14 minutos, Antônio Carlos cobrou falta com violência e estufou as redes, deixando o Rubro-Negro novamente na frente. Porém, a resposta foi quase imediata e, três minutos depois, Medina aproveitou a falha da zaga atleticana para tocar no cantinho e deixar tudo igual novamente. Aos 21 minutos, Vinicius deu rebote nos pés de Santana, que bateu à queima-roupa e obrigou o camisa 1 a fazer milagre.

Como na primeira etapa, o gol animou a equipe da casa, que dava trabalho para o goleiro atleticano. Aos 30 minutos, mais um levantamento na área do Atlético e a zaga ficou olhando a cabeçada de Arellano pela linha de fundo. Aos 36 minutos, Pimba partiu em velocidade e cruzou na área, mas ninguém aproveitou. Aos 43 minutos, Santana bateu cruzado, mas a bola foi para fora, sem ninguém desviar.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo dia 30 de setembro, terça-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com o resultado, empate sem gols ou em 1 a 1 dá a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana ao Atlético Paranaense.

FICHA TÉCNICA:
CHIVAS-MEX 2 X 2 ATLÉTICO/PR

Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara (MEX)
Data: 24 de setembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Galeano (PAR)
Assistentes: Manuel Bernal e Emigdio Ruiz Roa (ambos do PAR)
Cartões amarelos: Reynoso, Mejía (Chivas); Rodriguinho, Alan Bahia, Anderson Aquino, Vinicius (Atlético-PR)
Gols: CHIVAS: Arellano, aos 06 minutos do primeiro tempo e Medina, aos 17 minutos do segundo tempo. ATLÉTICO-PR: Pedro Oldoni, a 01 minuto do primeiro tempo e Antônio Carlos, aos 14 minutos do segundo tempo

CHIVAS: Sergio Rodríguez; Omar Esparza (Alberto Medina), Jonny Magallón, Héctor Reynoso e Édgar Mejía (Fabian Dellamora); Antônio Olvera, Patricio Araújo, Gonzalo Pineda e Ramón Morales (Sergio Avilla); Omar Arellano e Sergio Santana.
Técnico: Efraín Flores

ATLÉTICO-PR: Vinícius, Chico, Alex Fraga e Antônio Carlos e Márcio Azevedo; Alan Bahia, Renan (Douglas Maia), Rodriguinho e Julio dos Santos (Gabriel Pimba); Anderson Aquino e Pedro Oldoni.
Técnico: André Souto


Leia mais sobre: Atlético-PR Copa Sul-Americana Chivas



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

Brasileiros no lucro
O Furacão precisa somente de um empate sem gols na Arena para seguir adiante no torneio

Topo
[x] fechar