iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/09 - 23:42

Mesmo prejudicado pela arbitragem, Azulão bate Gama fora de casa

Resultado deixa o Azulão na 11ª posição, enquanto o time do Distrito Federal segue na zona do rebaixamento

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - O São Caetano visitou o Gama na noite desta terça-feira pela Série B do Campeonato Brasileiro e conseguiu bater os anfitriões por 2 a 1. Mesmo sendo prejudicado pela arbitragem, que deu um pênalti inexistente para o time de Brasília, e deixou de expulsar um atleta do time da casa que se envolveu em confusão com Rafinha, o time do ABC paulista levou os três pontos.

O resultado deixa o Azulão na 11ª posição, com 36 pontos, enquanto o time do Distrito Federal segue na zona do rebaixamento, com 29 pontos.

A primeira metade da etapa inicial foi de baixíssimo nível técnico e os goleiros pouco trabalharam. Com muitos passes errados para os dois lados, as equipes tinham dificuldade de criar oportunidades de gol. A partida só ficou emocionante aos 35 minutos, quando o Gama abriu o placar com um pênalti, no mínimo, polêmico.

Em uma das primeiras ofensivas perigosas na partida, o atacante do time de Brasília recebeu a bola em posição de impedimento e, no rebote, tropeçou em Apodi, que estava caído no chão, mas o juiz interpretou que houve falta do jogador do São Caetano. Na cobrança, Pedro Paulo encheu o pé e anotou o seu.

O Azulão respondeu ainda no primeiro tempo, aos 42 minutos, com Tuta, que recebeu livre um cruzamento da direita e cabeceou a bola perigosamente ao lado do gol de Luiz Henrique. No entanto, a primeira metade da partida terminou com vantagem dos anfitriões.

A segunda etapa seguiu o ritmo da anterior: as duas equipes seguiram apresentando um futebol fraco. A partida ficou desequilibrada, no entanto, com mais um erro de arbitragem prejudicando o time do ABC. Aos 20 minutos, após uma dividida dura entre Rafinha e Júlio César, os jogadores se estranharam, mas apenas o atleta do São Caetano foi expulso, deixando a equipe com um homem a menos pelo restante da partida.

Mesmo assim, o Azulão conseguiu chegar ao gol de empate, apenas dois minutos depois. Em cruzamento a meia altura, a bola atravessou a área do Gama até chegar em Pedro Paulo, que furou feio e deixou a bola para Tuta, livre, igualar o marcador.

A expulsão de Rafinha parece ter feito bem ao São Caetano, que, aos 42 minutos, conseguiu virar o placar no Distrito Federal. Gérson chutou forte em cobrança de falta, a bola desviou no zagueiro do Gama e entrou no canto direito de Luiz Henrique.

Com pouco tempo para reagir, o time da casa não conseguiu se reerguer na partida e acabou derrotado em seu próprio estádio. O Azulão levou os três pontos, muito distante do G-4, mas respirando aliviado por diminuir o risco de rebaixamento.

Na próxima rodada o São Caetano terá parada dura contra o líder Corinthians, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, no sábado, dia 27, às 16h. No mesmo horário, o Gama recebe o Marília, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

FICHA TÉCNICA
GAMA 1 X 2 SÃO CAETANO

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 23 de setembro de 2008, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Hugo Silva Nunes (GO)
Assistentes: Jesmar Benedito Miranda de Paula e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO)
Cartão amarelo: Ânderson (Gama)
Cartão vermelho: Rafinha (São Caetano)
Gols: Pedro Paulo aos 35 minutos do primeiro tempo (Gama); Tuta aos 22 e Gerson aos 42 minutos do segundo tempo (São Caetano).

GAMA: Luiz Henrique; Lucas Silva, Ânderson, Pedro Paulo e Aélson (Michel); Julio César, André Silva (Alisson), Aragoney e Edimar; Bebeto (Landu) e Roberto Santos.
Técnico: Gelson Silva

SÃO CAETANO: Luiz; Leonardo, Marco Aurélio e Galiardo (Gerson); Apodi, Daniel, Glaydson, Rafinha e Brida; Lins (Tico) e Tuta (Vinícius).
Técnico: Vadão


Leia mais sobre: São Caetano Gama



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar