iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/09 - 19:32

Empresário de Diogo garante que não lucrou nada com venda

Cláudio Guadagno respondeu às acusações da Portuguesa, dizendo que ele ficou com a maior parte do dinheiro

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, divulgou que a Portuguesa ficou com apenas 10% dos dez milhões de euros pagos pelo Olympiakos por Diogo. A maior parte do valor, segundo o dirigente, ficou com investidores que teriam os direitos econômicos do jogador, entre eles a Guadagno Sports, do empresário Cláudio Guadagno, procurador do atacante.

O agente, no entanto, desmente o mandatário.

“Não tem nada de verdade nisso. Eu e a Guadagno Sports não ganhamos um centavo com a negociação do Diogo. Eu, como empresário, nem sei dos valores da venda, só cuido do contrato do jogador”, assegurou Cláudio à Gazeta Esportiva.Net.

O empresário não confirma que a transferência do atacante custou dez milhões de euros (aproximadamente R$ 24 milhões de acordo com a cotação de um mês atrás, quando tudo foi acertado). O ex-lateral-direito alega só saber que, na divisão dos valores, 30% ficariam para Diogo, enquanto os outros 70% têm destino desconhecido por Guadagno.

“O que a Guadagno Sports acertou foi ficar com 30% de uma futura venda do jogador, que é de direito do próprio Diogo e foi acertado conosco pela mãe dele. Ou seja, só lucramos se ele sair do Olympiakos”, explicou o procurador.


Leia mais sobre: Portuguesa



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar