iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/09 - 20:02

Botafogo enfrenta América de Cali priorizando Sul-americana

Apesar de lutar pela vaga na Libertadores no Brasileiro, Fogão também quer vencer o torneio

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo visita o América de Cali nesta quarta-feira, às 22 horas, no Estádio Pascual Guerrero, em Cali, pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana. A partida é uma excelente oportunidade para o Glorioso se recuperar das derrotas para Internacional (2 a 1) e Portuguesa (3 a 1) pelo Campeonato Brasileiro.

Com os tropeços, o time despencou para a sexta colocação com 42 pontos, e vê as chances de título se tornarem remotas. Dessa forma o torneio continental virou a grande oportunidade de os botafoguenses erguerem um troféu em 2008.

Para chegar às oitavas-de-final do torneio, o Botafogo eliminou com grande facilidade o Atlético-MG, vencendo por 3 a 1 no Rio de Janeiro e goleando por 5 a 2 em Minas Gerais. Já o América, que assumiu a sétima posição do Campeonato Colombiano após golear Deportivo Cali por 4 a 1 em clássico local, passou por duas fases, pois disputou a etapa eliminatória, quando eliminou o Maracaibo, da Venezuela, com triunfo por 4 a 2 em casa e empate sem gols em território venezuelano. Em seguida, em um confronto nacional, o time passou pelo rival Deportivo Cali, vencendo o primeiro jogo por 2 a 0 e perdendo o segundo por 1 a 0.

Ney Franco, técnico do Botafogo, conversou com seus jogadores sobre a importância de o time marcar gols fora de casa, por causa do critério de desempate da competição. Para ele, uma postura ofensiva precisa ser adotada ao longo do duelo desta quarta-feira.

“O Botafogo não pode aceitar de maneira nenhuma a pressão do América de Cali, que será muito forte neste primeiro jogo. Sabemos que é muito complicado jogar na Colômbia, mas teremos que ter uma postura ofensiva durante o jogo, pois os gols marcados na casa do adversário podem definir o classificado” afirmou o treinador.

Os jogadores do Botafogo concordam com o comandante e acreditam que o time tem plenas condições de conseguir um resultado positivo na Copa Sul-americana. Para tanto, a ordem é esquecer os tropeços no Brasileirão e o clássico de domingo contra o Fluminense pela competição nacional.

“O Botafogo sofreu duas derrotas, mas antes disso estava há 11 jogos invicto e por isso estamos rigorosamente no páreo para a conquista do título brasileiro. Pensar em Libertadores é pequeno para um clube do nosso porte e queremos o título. Para voltarmos a embalar é fundamental ganhar na Colômbia, uma vez que uma competição internacional sempre valoriza o nome do clube e seus jogadores. Queremos voltar com o ânimo renovado”, disse o volante Túlio

Para este jogo, Ney Franco pretende definir a equipe somente no vestiário, mas a princípio não vai poupar nenhum titular. O time terá o retorno do zagueiro André Luis, que cumpriu suspensão contra a Portuguesa. Com isso Édson volta a ficar como opção no banco de reservas. O treinador poderá contar com o goleiro, que foi substituído por Renan no domingo devido a uma pancada recebida na coxa direita no lance que originou o gol de empate da Lusa. Porém ele se mostrou recuperado e vai a campo.

Pelo lado do América, o técnico Diego Umaña não tem problemas de lesões ou suspensões e mandará a campo a sua força máxima. O treinador acredita que seu time está evoluindo na temporada e tem tudo para fazer um grande jogo.

“Depois de um período de críticas as coisas começaram a dar certo para o América e os últimos resultados mostram que estamos no caminho certo. Sinceramente acredito que vamos fazer um grande jogo contra o Botafogo e conquistar um resultado positivo”, afirmou Diego Umaña.

Se vem mostrando bons resultados em campo, o América passa por problemas financeiros. O salário do elenco foi colocado em dia na última segunda-feira, mas o mesmo não se estendeu aos membros da comissão técnica e aos funcionários. Com isso, as rendas dos jogos da Copa Sul-Americana e o dinheiro pago para quem passa de fase são considerados fundamentais pelos dirigentes do clube.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-COL X BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Pascual Guerrero, em Cali (Colômbia)
Data: 24 de setembro de 2008 (Quarta-feira)
Horário: 22h(de Brasília)
Árbitro: Víctor Hugo Rivera (Peru)
Assistentes: Luis Abadie (Peru) e Jhonny Bossio (Peru)

AMÉRICA: Adrián Berbia, José Vélez, Pablo Armero e Carlos Valdez; Jaime Córdoba, Harold Viáfara, Jairo Valencia, César Arango, Víctor Cortés e Harrison Otálvaro; Adrián Ramos
Técnico: Diego Umaña

BOTAFOGO: Castillo, Thiaguinho, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Ney Franco


Leia mais sobre: Botafogo copa sul-americana



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar