iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/09 - 18:23

Últimos vices renunciam e Atlético-MG deve ter eleição

Próximo passo será feito pelo presidente do Conselho Deliberativo, convocando um pleito

Agência Estado

BELO HORIZONTE - Depois da renúncia do vice-presidente Financeiro, Renato Salvador, e do vice-presidente Jurídico, Roberto Vasconcellos, os vice-presidentes Ronaldo Vasconcellos e Gil César Moreira de Abreu enviaram, nesta segunda-feira, seus respectivos pedidos de renúncia. Com isso, a tendência é que João Batista Ardizoni, presidente do Conselho Deliberativo convoque novas eleições.

Enquanto isso não acontece, Ardizoni deve responder também como presidente do clube mineiro. Ele também pode nomear uma comissão para gerir o Atlético. As eleições devem acontecer em até 20 dias e já especula-se que Alexandre Kalil, Sérgio Bias Fortes e Itamar Vasconcellos seriam candidatos à presidência do clube.

A saída dos vice-presidentes acontece quatro dias após a saída de Ziza Valadares. A decisão é mais um reflexo da crise em que o clube se encontra no ano de seu centenário. Depois de perder o título estadual para o Cruzeiro e ser eliminado pelo Botafogo na Copa do Brasil e na Sul-Americana, o clube ocupa uma modesta 12ª posição no Campeonato Brasileiro.

Não bastassem os resultados ruins, o clube passa por problemas fora dos gramados. A renúncia de Ziza Valadares, por exemplo, aconteceu um dia depois de o Ministério Público de Minas Gerais ter anunciado que iria investigar as denúncias contra as parcerias do Atlético com clubes do interior do estado, além de outras negociações, que poderiam ter sido lesivas ao caixa do clube.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar