iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/09 - 21:24

Para Estevam, união acabou com a Lusa “bonitinha e ordinária”
"Houve uma união e entrega muito grande, como trabalhamos nesta última semana", afirmou

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Com a vitória de virada sobre o Botafogo neste domingo, a Portuguesa pôs fim a um jejum de vitórias que já durava seis jogos. E Estevam, que venceu pela primeira vez em seu quarto jogo no comando da equipe, responsabiliza a volta de um bom resultado à união que finalmente conseguiu impor ao elenco.

“Nesta vitória tivemos alguns aspectos importantes. Desde a nossa chegada, estávamos preocupados em acertar a defesa e buscarmos unidade e comprometimento no grupo. Conseguimos. Houve uma união e entrega muito grande, como trabalhamos nesta última semana”, comemorou o treinador, que concentrou o elenco em Januário durante a semana.

E os ares do interior paulista propuseram à Lusa, na opinião de seu técnico, o fim de uma postura longe de ser objetiva. “Plagiando Nelson Rodrigues, éramos ‘bonitinhos e ordinários’. Contra o Inter, teve até bola na trave, mas não ganhamos. Contra o Atlético-PR, fizemos um primeiro tempo maravilhoso e não embalamos. Esta vitória de hoje foi ótima para passarmos esta etapa”, relembrou.

A alegria demonstrada por Estevam Soares transparecia uma sensação de trabalho bem feito. Quando assumiu a equipe e sofreu com seqüência negativa que a levou à ultima colocação do Brasileiro, o treinador cobrou união do elenco e por isso optou por trancafiar todos em Jarinu. E os próprios atletas viram resultado, principalmente por virar o jogo com três gols no segundo tempo.

“A equipe jogava bem, criava, e não conseguia. Mas a equipe sempre foi unida e em momento algum abaixou a cabeça neste jogo. Depois do gol, voltamos com mais força e vamos ter moral para estes jogos que faltam. A Lusa não merece esta situação, merece algo mais”, apontou Edno, autor de dois gols.

Além dos dias juntos no interior paulista, a torcida também foi vista como responsável pela volta dos triunfos. Além de comparecer em número superior ao de costume neste domingo no Canindé, os aficionados pela Lusa enviaram uma mensagem de apoio que Estevam usou para motivar seus comandados.

“A torcida mandou uma carta que lemos no final da palestra antes do jogo, além da carta da Dona Fátima da Lupa, esposa do nosso presidente. Foi importante a carta da torcida, falava da luta dos leões, apostando na equipe. E não pode ser diferente. Quem está na disputa é a Portuguesa de Desportos, tem que ter este pensamento e integração”, cobrou o treinador, agradecendo até mesmo a diretoria.

“Temos um apoio total e incomparável da diretoria, que mantém a equipe bem, com todos os compromissos em dia. O elenco está se integrando e é só acreditar. Hoje (domingo) os atletas dentro do ônibus já falavam: ‘estamos arrepiados, a coisa é pra valer’. E foi assim”, concluiu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar