iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/09 - 10:32

Juvenal vê redução de assédio europeu a atletas brasileiros

Como perdeu poucos jogadores, presidente tricolor está otimista em relação ao futuro do futebol brasileiro

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo resistiu à procura de clubes da Europa e só negociou um jogador com grande centro do Velho Continente no período de transferências internacionais neste meio de ano. Depois de segurar jogadores como Hernanes e Miranda, que tinham mercado no exterior, o presidente Juvenal Juvêncio explicou que o assédio europeu diminuiu nesta temporada.

“O assédio que recebi nesta abertura foi de 10% dos anos anteriores e tenho a impressão de que isso vai diminuir ainda mais. Os dirigentes do futebol brasileiro precisam acordar para ter uma perspectiva do que fazer neste processo”, afirmou.

Apenas Alex Silva foi negociado com um clube de relevância na Europa, o Hamburgo, da Alemanha. Houve também a saída de Aloísio, mas o atacante foi em busca do novo filão do exterior, o futebol do Catar. Aliás, o presidente acredita que a ida de atletas para times árabes é uma nova realidade do futebol. “Quando antes um Valdívia teria ido para os Emirados Árabes?”, questiona Juvenal, reiterando a redução da procura dos grandes clubes da Europa.

Com o novo panorama, o mandatário são-paulino explicou que o importante será o investimento nas categorias de base, que darão suporte às equipes profissionais em momentos de diminuição de receita com a venda de atletas.

“Quem não formar atletas não sobreviverá nos próximos cinco anos”, apontou. O presidente, então, fala com orgulho das novas promessas do Morumbi.

“É preciso mesmo ter cuidado para colocar um jogador (no time principal). O cara pode até ter jogado muito bem na base, mas é preciso dosar sua ascensão. O Jean é um exemplo fantástico. No ano que vem, teremos também um jogador fantástico, o Oscar, que vai jogar bem”, afirmou.

O volante Jean ganhou espaço na equipe de Muricy Ramalho e atualmente carrega a responsabilidade de ser titular. Já Oscar teve chance na Copa Sul-americana e deverá voltar a ganhar oportunidades apenas em 2009.


Leia mais sobre: Juvenal Juvêncio transferências

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

aloisio

Mudanças no futebol
Apresentado no Catar, Aloísio simboliza abertura de um novo mercado no Brasil

Topo
Contador de notícias