iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/09 - 20:27

Goiás goleia e breca reação do Santos no Brasileiro

Vitória por 4 a 1 significou a quarta vitória consecutiva dos goianos na competição

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - Goiás e Santos entraram em campo neste sábado com a expectativa de uma grande partida. No entanto, o time esmeraldino não deu chances para o rival e confirmou a boa fase derrotando o Peixe, por 4 a 1, neste sábado, em duelo válido pela 26° rodada do Campeonato Brasileiro.

Paulo Baier, Anderson Gomes, Iarley e Rafael Marques balançaram as redes. Pará descontou para os santistas, que perderam pela primeira vez no returno, após seis jogos disputados.

A quarta vitória consecutiva dos goianos levou a equipe para 39 pontos, assumindo provisoriamente a nona posição, ainda dependendo dos resultados dos de Sport e Internacional, no complemento da rodada que acontece neste domingo.

Já o Santos estacionou na 14° colocação, com 29 pontos ganhos na tabela de classificação. O time da Vila Belmiro segue ameaçado pelo rebaixamento, podendo voltar à zona da degola caso Figueirense, Atlético Paranaense e Vasco vençam seus compromissos.

Os dois clubes voltam a campo no próximo final de semana. No sábado, o alviverde recebe o perigoso Vitória, às 18h20, no Serra Dourada. Enquanto que o Peixe volta a sua casa, no domingo, quando encara a partir das 18h10, a desesperada Portuguesa de Desportos.

O jogo 
O duelo começou com os donos da casa impondo o seu ritmo. Em menos de cinco minutos, o Goiás já vencia por 2 a 0. No primeiro minuto, Júlio César foi até a linha de fundo e cruzou para Paulo Baier, de cabeça, tocar no canto direito de Douglas para abrir o placar.

Atordoado com a pressão sofrida, o Santos foi surpreendido, aos três, num contra-ataque rápido do adversário. Vitor fez um lançamento procurando Anderson Gomes, que invadiu a grande área e na tocou na saída de Douglas, ampliando a vantagem.

Os santistas tentavam conter o bom futebol dos goianos, procurando manter a posse de bola e organizar a equipe. Mas, aos 13, o time sofreu um novo golpe. Wendel vacilou e perdeu a bola para Júlio César, que na seqüência foi derrubado por Fabão: pênalti. Iarley cobrou com violência, no meio do gol, para fazer o seu 11º gol no campeonato.

Vendo os seus comandados serem completamente dominados, Márcio Fernandes resolveu fazer uma substituição, tentando acertar o time. Aos 34, Pará entrou no lugar de Fabão. Com isso, o volante Rodrigo Souto passou a atuar como zagueiro, enquanto Pará ocupou o vácuo no meio-campo.

O segundo tempo começou como o primeiro. O Goiás seguia dominando amplamente a partida, sem correr riscos. Aos oito, veio o golpe de misericórdia. Após boa trama pelo lado direito, o cruzamento veio perfeito, na medida para o zagueiro Rafael Marques balançar as redes de Douglas.

Sem outra maneira de ajudar a sua equipe, o treinador Márcio Fernandes sacou o meia Michael para colocar mais um atacante, Lima. A alteração não surtiu efeito, tendo em vista que os esmeraldinos tinham total domínio do jogo, controlando a intensidade da partida.

Empolgado pelo apoio de sua torcida, o Goiás por pouco não aumentou a contagem. Com 13, Ernando exigiu boa defesa de Douglas, após completar de cabeça uma cobrança de escanteio. Aos 22, Vitor arriscou chute de fora da área para Douglas espalmar e defender cabeçada de Iarley no rebote.

O Santos ainda lutava em campo buscando diminuir a diferença e teve o seu esforço premiado. Aos 29, Pará recuperou uma bola perdida e tabelou antes de chutar cruzado, no canto direito, sem defesa para Harley. Este foi o primeiro gol do jogador com a camisa alvinegra.

O gol animou os santistas, que ainda tentaram uma pressão. Aos 38, Kléber Pereira fez boa jogada pela esquerda e rolou para trás. Sozinho no lance, Lima bateu por cima do gol, de frente com o goleiro alviverde, desperdiçando a última oportunidade do encontro.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 4 X 1 SANTOS  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 20 de setembro de 2008, sábado
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Público: 9.469 pagantes
Cartões amarelos: Fabiano Eller (Santos); Vitor e Henrique (Goiás)

Gols:
GOIÁS: Paulo Baier, a um, Anderson Gomes, aos três, e Iarley, de pênalti, aos 13 minutos do primeiro tempo; Rafael Marques, aos oito minutos do segundo tempo
SANTOS: Pará, aos 29 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Harlei; Rafael Marques, Henrique e Ernando; Vitor (Fábio Bahia), Ramalho, Fahel, Paulo Baier (Fernando) e Júlio César; Anderson Gomes (Lima) e Iarley
Técnico: Hélio dos Anjos

SANTOS: Douglas; Wendel, Fabão (Pará), Fabiano Eller e Kléber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida e Michael (Lima); Nelson Cuevas (Wesley) e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes


Leia mais sobre: Santos Goiás Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

goias e santos

Embalado
Com começo fulminante, goianos golearam o Peixe e seguem subindo

Topo
Contador de notícias