iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/09 - 20:17

De virada, Galo encerra jejum ao vencer o Náutico

Time da casa saiu atrás, mas conseguiu vencer os pernambucanos com gols de Renan Oliveira e Vinícius

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Em campo, o Atlético Mineiro conseguiu tranqüilizar seus aficionados e revoltados torcedores. Na semana em que o presidente Ziza Valadares renunciou ao cargo por ter recebido ameaças de morte, o time sofreu, mas conquistou a virada por 2 a 1 sobre o Náutico que pôs fim a um jejum de quatro jogos sem vitória – três pelo Brasileiro. Renan Oliveira e Vinícius fizeram os gols da virada. Veja os gols no player ao lado>>

O triunfo deixa os alvinegros na 12ª posição neste sábado, com 33 pontos, sete acima da zona de rebaixamento e nove abaixo da faixa de classificação à Libertadores. Já os pernambucanos se aproximam da zona de descenso – ficam em 13º com 29 pontos, três acima da zona perigosa.

O jogo – Com a necessidade da vitória para acalmar a cada vez mais irritada torcida no ano do centenário, o Atlético tentou tomar as rédeas da partida desde o primeiro minuto. O Náutico, no entanto, não entrou em campo retraçado. Pelo contrário. Dava os mesmos espaços que encontrava em seu ataque. Os erros das zagas eram as apostas das duas equipes.

Neste panorama, quem começou a se dar bem foi o Galo. Com seis minutos, Márcio Araújo cruzou na área e ninguém alcançou a bola para tocá-la ao gol. O Timbu respondeu pouco depois, em chance à frente do goleiro Edson que Kuki chutou longe. O setor ofensivo alvinegro, no entanto, parecia se encaixar com Marques e Lenilson. Mas os defensores castigaram a torcida no Mineirão.

Aos 18 minutos, os pernambucanos abriram o placar graças à falha de Edson. Alessandro recebeu lindo lançamento na área, dominou e cruzou. O goleiro se atrapalhou ao tentar tirar a bola da cabeça de Clodoaldo e deixou a bola limpa nos pés de Ruy, que só tocou para o gol antes de comemorar com uma dança exótica na linha de fundo.

Os mineiros sentiram a desvantagem. Os comandados de Marcelo Oliveira não conseguiam dar seqüência à nenhuma jogada e já viam a pressão das arquibancadas novamente ter influência negativa em campo. No lucro, os visitantes começaram a administrar muito cedo o resultado, apostando em novo erro adversário para “matar” o jogo. A meta só não foi cumprida porque Clodoaldo desperdiçava chances claras.

Mesmo deixando a desejar, os atleticanos encontraram o gol de empate ainda no primeiro tempo. E graças ao talento de Renan Oliveira. Aos 42 minutos, o meia disparou no meio-campo, limpou dois marcadores e chutou com força no canto esquerdo do goleiro Eduardo.

A igualdade no marcador animou os donos da casa, que mantiveram o espírito na volta do intervalo. Diante de um rival com novo clima, Roberto Fernandes mandou seu time retornar mais fechado, preocupado em somar pontos como visitante. O cenário era favorável aos mandantes, que novamente voltavam a encaixar seu ataque.

Aos 21 minutos, a postura mais incisiva do centenário clube de Belo Horizonte deu resultado. Desta vez, a sorte também ajudou. Petkovic, que havia entrado no lugar de Lenilson, cobrou falta, Castillo cabeceou no travessão e a bola ficou tranqüila para Vinicius só escorar de cabeça com o goleiro Eduardo batido. Era a virada e o alívio atleticano.

Nervoso com o placar desfavorável, o Náutico tentava emplacar alguma jogada na frente, Quando conseguia furar a agora animada defesa mineira, seus atacantes não tinham mira para buscar o empate. E os pernambucanos tiveram que se conformar em voltar para o Recife com mais uma derrota. Bom para o Atlético, que deve viver semana mais tranqüila a partir de segunda-feira.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 1 NÁUTICO (Veja como foi o jogo lance a lance)

Data: 20/9/2008 - sábado
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP/Fifa)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Renda: R$ 61.457
Público: 12.468 pagantes
Cartões amarelos: Ticão, Derley, Alceu (Náutico); Rafael Miranda (Atlético-MG)
Gols: Ruy, 18min, e Renan Oliveira, 43min do primeiro tempo; Vinícius, 21min do segundo tempo

Atlético-MG: Edson; Mariano, Marcos, Vinícius e César Prates; Rafael Miranda, Serginho, Márcio Araújo e Renan Oliveira (Castillo); Marques (Gedeon) e Lenílson (Petkovic).
Técnico: Marcelo Oliveira

Náutico: Eduardo; Vagner, Everaldo e Adriano; Ruy, Ticão (Alceu), Derley, Valdeir (William) e Alessandro; Kuki e Clodoaldo (Felipe).
Técnico: Roberto Fernandes


Leia mais sobre: Náutico Atlético-MG Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar