iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/09 - 22:12

Apesar de ações preventivas, torcida enfrenta filas no Pacaembu

Corinthians divulgou que conseguiu atingir a média de 40% de ingressos vendidos antecipadamente

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Corinthians e a Federação Paulista de Futebol (FPF) promoveram uma série de medidas para minimizar as filas e outros problemas para os torcedores que foram ao Pacaembu neste sábado, assistir à partida contra a Ponte Preta. Muitos só conseguiram entrar no estádio com o jogo começado.

Durante a semana, o Corinthians divulgou que conseguiu atingir a média de 40% de ingressos vendidos antecipadamente. Os números deixaram satisfeito o supervisor de arrecadação do clube, Lucio Blanco, que disse ainda esperar um resultado melhor nas próximas rodadas da Série B. De fato, é necessário.

O Corinthians vende bilhetes para suas partidas com antecedência superior às 72 horas exigidas pelo Estatuto do Torcedor e incentiva a compra antecipada. Para os sócios-torcedores, que já são mais de 2.000 cadastrados, o clube disponibiliza seis catracas exclusivas, duas em cada setor do Pacaembu.

A FPF trabalha para facilitar o acesso do restante do público. Já na vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Barueri, em 13 de setembro, a comissão Gestora de Venda de Ingressos implantada pelo presidente Marco Polo Del Nero colocou em prática, por exemplo, medidas como o “Troco Certo”.

Agora, há guichês devidamente identificados para atender os torcedores que não precisam de troco para comprar suas entradas. Neste sábado, as filas não se acumularam nesta bilheteria. Mas as demais continuaram bastante movimentadas mesmo a poucos minutos do início da partida. À frente da fila, cambistas agiam livremente, com ingressos em punho.

Marco Aurélio Klein, presidente da comissão criada pela FPF, esteve no Pacaembu para avaliar as inovações. Houve até monitoramento da vendagem de ingressos, por câmera fechada de TV, ainda em fase de testes e apenas em alguns guichês. A expectativa é minimizar mais os problemas enfrentados por torcedores nas próximas rodadas da Série B.

Corintianos que estavam nas longas filas formadas para entrar no Pacaembu neste sábado reclamaram também do trânsito que se formou nos arredores do estádio, que recebeu 23.814 pessoas (21.909 pagantes) – a média de público no ano supera 26 mil. Além dos cambistas, militantes das campanhas dos ex-jogadores Wladimir e Dinei trabalharam bastante antes da partida. Em vez de ingressos, portavam santinhos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias