iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/09 - 19:11

Roth não resiste e provoca adversários

"Todo mundo que joga contra o Grêmio por uma razão ou outra não reconhece a qualidade técnica do time", disse o técnico

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Treino tático e bola parada. Esse foi o resumo do treino gremista desta sexta-feira, que apresentou a volta de Perea ao time titular.

O técnico Celso Roth aprimorou as cobranças de falta defensiva e ofensiva.

“Todo mundo que joga contra o Grêmio por uma razão ou outra não reconhece a qualidade técnica do Grêmio. E diz que o Grêmio tem uma bola aérea forte. Fica mais simples dizer isso”, alfinetou o treinador.

O primeiro gol da derrota para o Goiás por 2 a 1 saiu em cobrança de escanteio. Apesar de ter aprimorado este quesito nos trabalhos nesta sexta-feira, Roth nega que esteja ocorrendo uma preocupação excessiva com este tipo de lance.

“Temos uma maneira de marcar a bola parada que foi vitoriosa por 25 rodadas. O que houve contra o Goiás foi um erro de posicionamento antes da batida da bola. O que chamamos no futebol de tentar adivinhar. Até então nenhum jogador tinha batido direto para o nosso gol”, explicou.

Com a derrota em casa para os goianos, os tricolores sentem-se obrigados a derrotar o Atlético-PR neste domingo na Arena da Baixada. O otimismo gremista tem motivo, o clube é o que possuí o melhor desempenho atuando em campo inimigo nesse Brasileirão.

“Ninguém leva na boa a derrota. Há muito tempo não tínhamos uma derrota em casa e isso deixa a rotina diferente. Não criamos situação de ansiedade. Já sabíamos antes, mas agora sentimos na carne que cada vez mais temos que melhorar nossa performance”, opinou Roth.


Leia mais sobre: Grêmio campeonato brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar