iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/09 - 17:41

Garantia de Juvenal envaidece Muricy, que perdoa Hernanes

“A minha carreira é marcada por cumprir meus contratos, que vai até 2009. Não deve acontecer nada"

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Considerado pelo presidente Juvenal Juvêncio como um “treinador sério e competente” e garantido pelo mandatário são-paulino como treinador da equipe na temporada 2009, independentemente da conquista do título ou de uma vaga na próxima edição da Libertadores da América, o técnico Muricy Ramalho mostrou gratidão pelo carinho recebido. Assim como o cartola, o treinador assegurou, nesta sexta, que cumprirá seu contrato com o clube até o seu final, em dezembro do próximo ano.

“A minha carreira é marcada por cumprir meus contratos. Sempre foi assim. Tenho contrato até 2009. Não deve acontecer nada. Não me aproveito de nenhum tipo de situação. O presidente sabe do meu potencial e, se ele falou, está falado”, avisou Muricy.

Alvo do Internacional, que já lhe fez uma proposta milionária para contar com seus trabalhos em 2009, ano do centenário do clube gaúcho, Muricy aproveitou para passar tranqüilidade a Juvenal Juvêncio ao garantir que não trocará o São Paulo por qualquer outro clube apenas por dinheiro.

“O Juvenal já demonstrou algumas vezes publicamente que quer cumprir meu contrato. Sempre é bom ouvir do presidente que seu trabalho está sendo bem feito, como é bom para o clube saber que o treinador recebe propostas boas e também não sai. Queiram ou não, acredito que sou um bom treinador, né?”, questionou.

Apesar de garantir sua permanência no Tricolor para o ano que vem, Muricy não quis confirmar se indicou à direção os nomes de Wagner Diniz, lateral-direito do Vasco, Júnior César, lateral-esquerdo do Fluminense, e Carlinhos Paraíba, armador do Coritiba. Mas não negou que o planejamento para 2009 já teve início.

“O que acontece é que a gente se encontra toda hora e fala de jogadores, pois é importante para o futuro. O presidente sabe o que o São Paulo precisa e nós também sabemos, mas existem momentos para conversar. O foco agora é o Campeonato Brasileiro”, desconversou.

Ponto final: Depois de criticar abertamente o futebol apresentado por Hernanes em sua volta da seleção brasileira e ouvir o volante mostrar seu descontentamento pelas críticas, Muricy resolveu colocar um ponto final no assunto e “perdoar” o desabafo do jogador.

“Não quero ficar me alongando e batendo papo com vocês sobre isso, mas o que mais gostei do que o Hernanes falou foi que ele precisa jogar melhor em Recife. No futebol, não é só o jogador que não gosta de ser criticado. O técnico não gosta, vocês, da imprensa, que erram para caramba, não gostam e os dirigentes não gostam. É algo normal”, finalizou.


Leia mais sobre: São Paulo Campeonato Brasileiro Muricy Ramalho Hernanes

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reprodução

muricy hernanes

TUDO EM PAZ
Muricy se animou com a garantia de que segue no clube e minimizou palavras do meio-campista

Topo
Contador de notícias