iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/09 - 21:26

Brasiliense e Gama fazem clássico sob ameaça da degola

Equipes fazem o clássico da capital federal em situações complicadas na Série B

Gazeta Esportiva

TAGUATINGA - Brasiliense e Gama fazem neste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Boca do Jacaré, a 33ª edição do clássico verde-amarelo com uma meta em comum: livrar-se da ameaça do rebaixamento para a terceira divisão nacional. Os donos da casa vivem situação mais complicada, já que ocupam apenas a penúltima colocação da Série B, com 24 pontos, cinco a menos que o arqui-rival, que está em 13º e a apenas dois pontos da zona da degola.

Com isso, o duelo candango ganhou clima de decisão.

No Jacaré, a semana começou com o empate por 1 a 1 com o Corinthians em casa, resultado que interrompeu a série de seis vitórias seguidas do líder da Segundona e, se não serviu para tirar o time da rabeira, ao menos renovou a motivação para o clássico. Fora de campo, o clube teve dias conturbados, com o sumiço do atacante Thiago Felix, que não se concentrou com o restante do grupo para pegar o Timão e foi multado pela diretoria, além das idas e vindas da negociação envolvendo o lateral Patrick com o Fluminense.

Alheio aos problemas dos bastidores, o técnico Reinaldo Gueldini não escapou de sofrer algumas baixas. Patrick e os volantes Juninho e Jardel receberam o terceiro amarelo contra o Corinthians e cumprem suspensão. Assim, o comandante abrirá mão do esquema 4-5-1 e mandará o time a campo no tradicional 4-4-2, com Paulo Ricardo na direita e Coquinho e Bidú formando a dupla de volantes. Outras novidades são as voltas de Jóbson, que retorna de gancho, ao ataque, e do veterano Júnior Baiano na defesa.

No discurso, os jogadores do Brasiliense prometeram encarar o clássico como decisão. Apesar da situação da tabela, o experiente Iranildo considera o Jacaré favorito no clássico por causa do fator campo. Como não poderia deixar de ser, o duelo também é encarado como uma final de campeonato pelos lados do Gama. 'É um confronto direto, um jogo de seis pontos, de vida ou morte', bradou o atacante Landu, que briga com Alisson pela vaga ao lado de Bebeto na ofensiva alviverde.

Além da dúvida no ataque, o técnico Gelson Silva também escondeu o jogo no setor defensivo. O volante Júlio César deve ganhar uma chance, ficando com a vaga do zagueiro Anderson. Na lateral esquerda, Rodrigo Ninja volta de gancho e reassume a posição. Completando as novidades, o goleiro Donizeti, que falhou no empate por 2 a 2 com o CRB, na última terça-feira, dáu lugar a Luiz Henrique. No primeiro turno, atuando no Mané Garrinncha, o Gama bateu o arqui-rival por 1 a 0, gol de Pedro Paulo, ex-Brasiliense.

FICHA TÉCNICA:
BRASILIENSE X GAMA

Local: Estádio Boca do jacaré, em Taguatinga (DF)
Data: 20 de setembro de 2008, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Willian Marcelo Souza Nery (RJ)
Assistentes: Eremilson Xavier Macedo e Fábio Gonçalves Araújo (ambos do DF)

BRASILIENSE: Guto; Paulo Ricardo, Aílson, Júnior Baiano e Edinho; Bidú, Coquinho, Marcinho e Iranildo; Jóbson e Leandro Netto
Técnico: Reinaldo Gueldini

GAMA: Luiz Henrique; Lucas Silva, João Paulo, Pedro Paulo e Rodrigo Ninja; Julio Cezar, André Silva, Aragoney e Thiaguinho; Bebeto e Landú (Alisson)
Técnico: Gelson Silva


Leia mais sobre: Brasiliense Gama série B

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias