iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/09 - 17:12

“Sem concorrente” para Copa, Morumbi já atrai investidores

Presidente do Tricolor reiterou que o Cícero Pompeu de Toledo tem totais condições de receber o jogo de estréia

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A diretoria do São Paulo está cada vez mais confiante de que o Morumbi sediará a abertura da Copa do Mundo de 2014. O presidente do Tricolor, Juvenal Juvêncio, reiterou que o Cícero Pompeu de Toledo tem totais condições de receber o jogo de estréia do torneio e descartou qualquer ameaça caso a nova arena do rival Palmeiras saia do papel.

“Estamos já em um processo árido e de complexidade enorme. Vejo aqui e acolá gente falando que vai fazer jogos, mas o caderno de encargos da Fifa tem suas exigências. O São Paulo vê coisas fantasiosas, mas não fala sobre isso e vem cuidando de seu lado com serenidade. Uns têm expectativa de arena, mas nós já temos essa questão mais objetiva”, afirmou o mandatário, que foi ainda mais direto quando falou especificamente do caso do Palmeiras.

“Não vejo concorrente (para abertura da Copa), mas não quero provocar estresse e sei que toda vez que falo isso causa um frisson horrível. O que digo é que não vejo concorrente com projeto de arena para 70 mil pessoas, com rede hospitalar, hoteleira e com transporte de massa”, cravou.

Juvenal Juvêncio apresentou à imprensa o projeto para que o estádio esteja pronto até junho de 2013, um mês antes da Copa das Confederações. A estimativa prevê nova área para jornalistas e torcedores, além da cobertura total das arquibancadas. Há também a intenção de construir um estacionamento com 3.200 vagas.

Para levar à frente os planos, o São Paulo já está atraindo investidores internacionais interessados em trabalhar no projeto. “Tem gente de Suíça, Alemanha, Estados Unidos e Portugal interessados em participar do projeto e já até me pediram audiência para conversar. Para o andar térreo, temos propostas da Visa e da Time For Fun para uma intervenção já. Se eu quiser assinar com a Visa, as obras podem começar em 15 dias. Mas estamos vendo ainda”.

Com investimento em vista e sem medo de concorrência de rivais paulistas, Juvenal Juvêncio também não teme que a abertura da Copa do Mundo seja transferida para outra cidade.

“O Aécio (Neves, governador de Minas Gerais) contratou uma empresa para fazer estudos (no Mineirão), e o (José Roberto) Arruda (do Distrito Federal) também está vendo projetos. Eles vão ter jogos, mas não acredito que (a abertura) fique fora de São Paulo por causa da pujança da cidade. A Fifa e a CBF não nos confirmou ainda, mas nós acreditamos nisso”, acrescentou.

O mandatário ainda lembrou que outros palcos do país estão bem atrás do Morumbi. “Eu ando por estádios do Brasil e tenho uma vergonha pela calamidade em que se encontram. O São Paulo cuida fortemente de seu estádio”, garantiu. Juvenal Juvêncio se encontrará com os organizadores da Copa na próxima semana e aguarda para janeiro a visita da comissão de inspeção da Fifa no Morumbi.


Leia mais sobre: Morumbi Copa 2014



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar