iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/09 - 17:37

Pato marca e Milan bate Zurique por 3 a 1

Estréia na Uefa teve belo gol do camisa 7 e entrada de Ronaldinho na parte final do jogo; volta é dia 2 de outubro

Gazeta Esportiva

MILÃO (Itália) - Principal clube da edição 2008/09 da enfraquecida Copa da Uefa, o Milan venceu sua estréia na competição. Nesta quinta-feira, o time italiano bateu o Zurique, da Suíça, por 3 a 1 no Estádio San Siro com direito a um belo gol do atacante brasileiro Alexandre Pato, em jogada ensaiada de falta.

Com o resultado, os rossoneri terão muito mais tranqüilidade para o duelo de volta, em 2 de outubro na Suíça. O Milan pode perder por até um gol de diferença, ou por dois caso consiga balançar as redes em Zurique por pelo menos duas vezes (o tento fora de casa é critério de desempate nesta etapa da Copa da Uefa), para conseguir a vaga na fase de grupos do torneio.

O grande destaque da partida em Milão foi o atacante ucraniano Andryi Shevchenko, que retornou ao San Siro nesta temporada após uma passagem frustrada pelo Chelsea, da Inglaterra. O camisa 76 foi o mais perigoso em campo, e embora não tenha batido o goleiro Leoni, forçou o arqueiro rival a mostrar bastante trabalho.

Sheva carimbou o travessão dos suíços aos 37 minutos do primeiro tempo após um lindo lance. O ucraniano recebeu na entrada da grande área, deu um lindo corte em seu marcador e chutou forte para o gol, mas viu a bola explodir na barra.

Um minuto depois, contudo, o Zurique também mostrou que poderia ameaçar. Após cobrança de falta na grande área, Stahel cabeceou sozinho na grande área para o fundo do gol de Dida. O árbitro, no entanto, apontou falta do ataque suíço no volante Massimo Ambrosini e anulou o tento.

O único gol validado no primeiro tempo foi marcado nos acréscimos, e pelo Milan. Shevchenko disparou pela esquerda, invadiu a área e chutou forte. Leoni conseguiu defender com a perna, mas o rebote sobrou para o lateral Marek Jankulovski, que contou ainda com o desvio da zaga para enganar o goleiro.

No segundo tempo o Zurique quase empatou logo aos nove minutos. Alphonse se esticou para desviar com a perna um arremesso de lateral e por pouco não pegou Dida desprevenido. O goleiro brasileiro, perdido no lance, só espiou a bola se chocar caprichosamente na trave.

A resposta do Milan veio um minuto depois, aos dez, em uma jogada ensaiada de falta. O holandês Clarence Seedorf rolou para Kaká, que apenas ajeitou a bola para Pato acertar um belo chute forte da intermediária, sem chances de defesa para Leoni.

Com a vitória praticamente assegurada, o técnico Carlo Ancelotti sacou Alexandre Pato, que saiu aplaudido de campo, e promoveu a entrada do italiano Marco Borrielo. E foi justamente o substituto do brasileiro que balançou as redes pela terceira vez para o Milan, após uma bela jogada de Shevchenko.

O ucraniano costurou a zaga suíça pela esquerda e rolou para o meio. Borrielo, na entrada da área, deu um drible de corpo no marcador e chutou rasteiro de esquerda, no canto de Leoni, que nada pôde fazer. Instantes depois, Sheva deu lugar ao brasileiro Ronaldinho Gaúcho, apenas reserva na partida desta quinta.

Mas logo que o brasileiro camisa 80 pisou no gramado, o Zurique conseguiu marcar o seu primeiro gol, aos 32 minutos. De fora da área, o meio-campista sueco Dusan Duric acertou uma paulada, que ainda se chocou no travessão antes de morrer nas redes de Dida, finalizando o marcador em Milão.

O time da casa ainda teve uma grande oportunidade para marcar o quarto gol. Após uma boa troca de passes entre os brasileiros Kaká e Ronaldinho, Jankulovski cruzou na área e Seedorf, com o gol escancarado, cabeceou em cima do goleiro do Zurique.


Leia mais sobre: Milan Alexandre Pato



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar