iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/09 - 14:17

Ataque do Botafogo não se preocupa com má fase

A situação do clube é teoricamente tranqüila, mas a derrota de 2 a 1 para o Internacional deixou os torcedores muito irritados

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo está na zona de classificação para a Copa Libertadores de 2009, na quarta colocação do Campeonato Brasileiro com 42 pontos. A situação é teoricamente tranqüila, mas a derrota de 2 a 1 para o Internacional no último domingo, no Engenhão, deixou os torcedores – que compareceram em grande número ao local – muito irritados.

A irritação sobrou para o ataque, com Jorge Henrique, Wellington Paulista e Gil sendo muito hostilizados. E basta um levantamento rápido para demonstrar que o desempenho do ataque alvinegro realmente vem deixando a desejar. Dos 35 gols da equipe no Brasileirão apenas dez foram marcados por homens de frente.

Quem lidera a lista é Jorge Henrique, que balançou as redes adversárias cinco vezes – uma a mais que Wellington Paulista. Gil completa a relação com um gol solitário e várias oportunidades desperdiçadas. O artilheiro alvinegro na competição é o meia Lucio Flavio, com seis gols. Mesmo assim, no treino realizado na manhã desta quinta-feira, os atletas descartaram qualquer tipo de pressão.

“Aqui no Botafogo não tem pressão nenhuma, pois estamos numa boa situação na tabela de classificação. Ainda temos condições de lutar pelo título e por uma vaga na Copa Libertadores. Os torcedores que estão vindo falar comigo têm dado total apoio e não ficam reclamando da atuação dos atacantes”, disse Wellington Paulista.

Os demais jogadores do Botafogo também não concordam com as críticas que o ataque vem recebendo. “Não podemos e nem devemos ficar arrumando culpados para quando os gols não acontecem. Todos têm a obrigação de marcar e atacar, e por isso as responsabilidades são divididas. Quando se ganha, todos ganham, e o mesmo acontece nas derrotas. O Botafogo conta com atacantes de grande porte e por isso tenho certeza de que os gols poderão acontecer nas próximas partidas”, disse Lucio Flavio.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar