iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/09 - 11:15

O fator David Silva no projeto do Valência
Time vem jogando muito bem na temporada, no entanto, lesão de Silva pode comprometer o rendimento do time

Trivela.com

VALÊNCIA (Espanha) - O Valencia não realiza uma boa temporada na Espanha há muito tempo. Desde a temporada 2005/06, quando os Ches terminaram na terceira colocação e brigaram pelo título, a equipe não consegue apresentar um bom futebol. Neste ano, porém, as perspectivas eram positivas, principalmente pela chegada do técnico basco Unai Emery (que fez ótimo trabalho no Almería) e pela manutenção de suas principais estrelas do elenco, notadamente, David Villa e David Silva.

A notícia da lesão de Silva, que operou o tornozelo esquerdo nesta semana e deve ficar cerca de três meses longe dos gramados, atrapalhou, consideravelmente, os planos do clube.

A equipe está bem montada, vem jogando muito bem na Liga e tem um elenco interessantíssimo. Silva, no entanto, era o principal jogador de meio-campo do Valencia, responsável pela armação de jogadas pelo centro. Só que essa lesão já o vinha incomodando há algumas semanas e não houve como fugir da cirurgia.

Emery tem armado o time no 4-2-3-1, e ao lado de Silva, Pablo Hernández e Mata seriam os responsáveis pela criação.

A vantagem do Valencia é que os reservas nessa posição são bons jogadores, apesar de não estarem no mesmo nível de Silva, que vinha jogando seu melhor futebol da carreira. Joaquín ou Vicente devem herdar a vaga, sendo que Angulo é a outra opção. Com os dois primeiros, a equipe ganha em velocidade, mas perde em habilidade, enquanto com o último ganha um toque mais refinado e também mais cadência de jogo.

O mais importante é que a bola continue chegando com qualidade para Villa. O centroavante do Valencia e da seleção espanhola tem feito muitos gols e já provou ser um jogador para qualquer grande clube da Europa.

No Campeonato Espanhol, os Ches ocupam a segunda colocação no momento. O jogo de estréia contra o Mallorca demonstrou todo o potencial que esse time tem, e na segunda rodada, no último final de semana, o Valencia arrancou um bom empate com o Almería fora de casa.

Se na frente existe essa preocupação com a saída de Silva, a defesa parece bem tranqüila neste início de temporada. Surpreendentemente, Renan foi o escolhido por Emery para ser o camisa 1 do time, deixando o alemão Hildebrand no banco. A linha de quatro defensores, com Miguel, Albiol, Alexis e Moretti tem atuado com eficiência, sem falar em Marchena, que se recupera de uma lesão, mas já voltou aos treinos físicos.

Além disso, com a recuperação do volante Albelda, que quase foi mandado embora do clube pelo ex-técnico Ronald Koeman, o setor defensivo ficou ainda mais forte. Isso sem falar nos outros jogadores para compor a região, casos de Baraja, Manuel Fernandes e Edu.

Nesta semana o Valencia também inicia sua participação na Copa Uefa, graças ao título da Copa Del Rey da última temporada. Teoricamente, não deve encontrar muitas dificuldades para superar o Marítimo, de Portugal. Sendo assim, o calendário ficará cheio nos meios de semana, com as partidas da fase de grupos da competição européia.

Com isso, esse elenco será posto à prova, já que o ano ficará carregado para os atletas. Fernando Soriano, presidente do clube, acredita que a temporada pode ser boa para o clube e faz cobranças nesse sentido.

Silva voltará somente no início do próximo ano, ou seja, na metade do Campeonato Espanhol e nos possíveis mata-matas da Copa Uefa. Quem sabe para ser o maestro de um título importante.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar