iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/09 - 17:41

Em casa, Real vence sob vaias; Del Piero salva Juve

Madrilenhos venceram o Bate, da Bielo-Rússia, por 2 a 0 na estréia da Liga dos Campeões

Gazeta Esportiva

MADRI (Espanha) - Embalado pela vitória por 4 a 3 sobre o Numancia no último domingo no Campeonato Espanhol, o Real Madrid não teve problemas para se sair bem também em sua estréia na Liga dos Campeões da Europa nesta quarta-feira.

Jogando no Estádio Santiago Bernabéu, o clube merengue derrotou o Bate Borisov, da Bielo-Rússia, por 2 a 0, com gols do zagueiro Sergio Ramos e do atacante holandês Ruud van Nistelrooy. Mas acabou vaiado pela sua própria torcida.

No outro jogo do grupo H, a Juventus quase decepcionou a sua torcida em pleno Estádio Olímpico de Turim em seu retorno à Champions League. De fora das duas ultimas edições do torneio, a Velha Senhora conseguiu evitar um ‘vexame’ em casa graças ao veterano atacante Alessandro Del Piero, autor do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Zenit, da Rússia.

O tento do camisa 10 foi marcado apenas aos 31 minutos do segundo tempo, em cobrança de falta. Assim, o time italiano divide a frente da chave com o Real com três pontos, enquanto Zenit e Bate Borisov figuram na terceira e quarta posições, respectivamente.

O Real volta a campo pela Champions apenas dentro de duas semanas. Os comandados do alemão Bernd Schuster deixam a Espanha e partem para a Rússia, para encarar o Zenti, na terça-feira, dia 30 de setembro. Na mesma data, o Bate Borisov recebe a Juve, também no Leste Europeu.

Vitória fácil do Real
Atuando em casa, os merengues começaram a partida com tudo no Bernabéu. Logo no primeiro minuto de jogo a torcida espanhola quase comemorou o gol do atacante holandês Ruud van Nistelrooy, que recebera sozinho dentro da grande área e completou para o gol, mas não teve o tento validado por estar em posição de impedimento.

Pouco tempo depois, mais um lance de perigo criado pelo time anfitrião Após uma boa troca de passes com o compatriota Rafael van der Vaart, o holandês Arjen Robben cruzou rasteiro na área e o meia Guti se esticou, mas por pouco não conseguiu desviar o chute para o fundo das redes.

Em seguida, ainda no terceiro minuto de jogo, mais uma vez o Real Madrid quase abriu placar. Desta vez em posição legal, Nistelrooy recebeu de Robben em profundidade na grande área e mandou uma bomba, mas acertou o lado externo das redes do goleiro Sergei Veremko.

Aos seis minutos foi a vez de Guti quase levantar a torcida madrilena. O espanhol recebeu um ótimo lançamento de Van der Vaart e, livre pela esquerda, invadiu a área do Bate e tocou na saída de Veremko. A bola, no entanto, rolou caprichosamente para fora.

Depois de tanta pressão, o gol do Real não demorou a sair. Aos dez minutos, após jogada ensaiada de escanteio, Guti recebeu fora da área, fingiu o chute para o gol e encontrou o zagueiro Sergio Ramos aberto na área. Após um ótimo passe rasteiro do meia, o defensor completou de primeira e marcou o primeiro do time espanhol na edição 2008/09 da Liga dos Campeões. Para a ira da torcida, que voltou a vaiar a equipe merengue.

O Real Madrid ainda teve mais duas boas chances de ampliar o marcador nos minutos seguintes. Aos 13, Raul desviou um cruzamento para fora com muito perigo. Um minuto depois, Nistelrooy arriscou um chute da intermediária, mas que por pouco não surpreendeu Veremko, mas acabou tirando tinta da trave direita do goleiro do Bate.

Apesar disso, no entanto, o ímpeto ofensivo dos anfitriões parou por aí. O Bate Borisov fechou acertou a marcação na defesa,fechou o meio-campo e dificultou o jogo do Real. Até os 40 minutos, o único grande lance acabou sendo a lesão do volante argentino Fernando Gago, que acabou substituído pelo malinês Mahamadou Diarra.

Mesmo com a vitória parcial, algumas vaias começaram a partir das arquibancadas do Bernabéu. Para tentar conter a insatisfação da torcida, Guti ainda tentou duas finalizações: na primeira, aos 40 minutos, o camisa 14 invadiu a grande área e isolou o chute. Nos acréscimos, o meia desviou de cabeça um cruzamento de Robben, que passou muito perto do travessão. Com apenas 1 a 0 na frente, o Real saiu de campo vaiado no intervalo.

Caminho mais fácil
Os apupos da torcida na saída de campo acabaram acordando o Real Madrid para a volta no segundo tempo. E, aos 11 minutos, o time espanhol conseguiu marcar o segundo gol graças a mais uma enfiada de bola nas costas da defesa bielo-russa.

Diarra encontrou um buraco na zaga e lançou para Raul, que penetrou na grande área e chutou forte de perna esquerda. Veremko fez uma boa defesa e espalmou o chute, mas a bola acabou batendo nos pés do zagueiro Vladimir Rzhevskiy e foi para o gol. Antes de cruzar a linha, no entanto, Nistelrooy deu um leve toque para deixar a sua marca.

Com a vantagem, Schuster aproveitou para fechar um pouco mais o Real: sacou Robben e colocou em campo o lateral e volante Roy Drenthe, aos 17 minutos. Logo em seu primeiro lance, o holandês sofreu falta do ala direito Anri Khagush, que recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo.

Enquanto o técnico Viktor Mikhailovich Goncharenko se esforçava para fechar Bate Borisov e evitar uma goleada em Madri, Schuster decidiu recolocar os anfitriões no ataque: sacou o meia Guti e colocou o atacante argentino Gonzalo Higuaín.

O jovem jogador ex-River Plate teve ainda uma grande chance de marcar o terceiro para o Real aos 31 minutos da etapa final, quando recebeu um belo passe do lateral-esquerdo brasileiro Marcelo na entrada da área. O argentino deu um belo drible-da-vaca no único marcador e ficou cara-a-cara com o goleiro adversário, mas acabou chutando para fora.

Os donos da casa ainda tiveram uma excelente oportunidade de fechar o placar com 3 a 0 aos 43 minutos. Van der Vaart arriscou um belo chute na meia-lua, mas Veremko espalmou e evitou o gol do holandês. Restou ao Real Madrid, assim, apenas 'cozinhar' o resultado até o apito final do árbitro Alain Hamer, de Luxemburgo.


Leia mais sobre: futebol internacional Juventus Real Madrid



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar