iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/09 - 11:08

Sem goleadores, Verdão e Raposa decidem quem fica perto do líder
Alex Mineiro e Guilherme estão fora da partida desta tarde que pode deixar Palmeiras ou Cruzeiro a três pontos do Grêmio

Gazeta Esportiva


BELO HORIZONTE - A caçada ao Grêmio pode ter um ou até dois importantes concorrentes a menos. Divididos na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, Cruzeiro e Palmeiras decidem às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Mineirão, quem segue com força na cola dos gaúchos pelas 13 rodadas que restarão após o confronto. O perdedor dificilmente alcançará a equipe de Celso Roth, ao mesmo tempo em que o empate pode “matar” ambos.

E na briga para não perder o Tricolor porto-alegrense de vista, os dois principais adversários dos sulistas contam com outras semelhanças além dos 43 pontos atingidos em 24 partidas. Tanto o elenco de Adílson Batista quanto o de Vanderlei Luxemburgo passaram a semana no interior paulista, mantendo o confronto no compromisso de domingo. E os dias de tranqüilidade foram utilizados para resolver complicados desfalques: os dois times atuarão sem seus artilheiros, os suspensos Alex Mineiro e Guilherme.

No Verdão, a preocupação na frente é ainda maior. O clube também perdeu Kléber pelo terceiro cartão amarelo. Na ausência dos dois titulares, a solução é atacar com três. Luxa aproveitou três dos seis dias na concentração em Atibaia para entrosar um trio ofensivo desacostumado aos gols. Diego Souza foi liberado para atacar ao lado de Evandro e Lenny, jogadores que ainda não balançaram as redes no torneio.

Mais do que os problemas em seu ataque, porém, o técnico se dedicou a corrigir erros na defesa, a pior dentre os 11 primeiros colocados. A bola aérea, principal falha da retaguarda alviverde, não foi prioridade, já que os cruzeirenses têm baixo poderio pelo alto. A força dos comandados de Adilson Batista é o contra-ataque, com seu meio-campo veloz. Por isso, a zaga terá novidades.

A principal delas é deslocamento de Martinez como zagueiro pela esquerda, sob ordens de virar meio-campista com a bola nos pés. Ao seu lado, o “falso volante” terá o jovem Maurício. O defensor de 19 anos foi escolhido para ser líbero e barrou o antigo titular Gladstone na briga pelo posto de Jéci, que fraturou o antebraço e só volta no ano que vem. Na saída de bola, Sandro Silva e Léo Lima ficam responsáveis por municiar os homens de frente e bloquear as investidas mineiras contra o gol de Marcos.

Estas são as armas para o duelo mais importante do Palmeiras neste Brasileiro. Uma autêntica final para os campeões paulistas. “Jogar contra o Cruzeiro é sempre difícil, mas nas posições que os dois estão, visualizando a conquista de um título brasileiro, se tornou ainda mais difícil. É uma decisão. Terão poucas oportunidades e quem aproveitar vai vencer. E temos tudo para vencer”, apostou Diego Souza.

Os três pontos são colocados como uma necessidade irrevogável, principalmente após a inesperada derrota para o Sport no Palestra Itália, na última rodada. “É um jogo decisivo para nós. Perder para o Cruzeiro no Mineirão é algo normal, mas nosso tropeço em casa aumentou ainda mais a importância desta partida. Se o Grêmio abrir nove pontos de vantagem, acabou o campeonato”, ressaltou Vanderlei Luxemburgo.

O pensamento também foi ordem no Cruzeiro. Assim como o Palmeiras, os mineiros passaram a semana inteira concentrados, com treinos intensivos, preparando o fôlego para a reta final da competição. A Raposa ficou hospedada na cidade de Águas de Lindóia, do lado paulista da divisa com Minas Gerais.

A intertemporada pode ter sido na casa do adversário, mas a partida será no Mineirão, com promessa de casa cheia pintada de azul e branco. A vitória sobre o Vasco na última rodada, que levou o time de volta à vice-liderança, serviu como uma injeção de ânimo, aumentando também a confiança da torcida na equipe.

O clube dá sinais de que necessita deste apoio das arquibancadas, já que até mesmo o presidente Alvimar Perrella veio a público pedir incentivo incondicional. Pelo movimento de torcedores durante a semana, parece que, em Belo Horizonte, se compreendeu bem a importância da partida, que vem sendo tratada com o caráter decisivo que merece.

Para o técnico Adilson Batista, a partida é crucial por diversas razões. “É o único jogo em casa nosso no mês. Um confronto direto, um adversário tradicional. O Vanderlei (Luxemburgo), todos nós conhecemos o trabalho dele. Isto foi passado desde a chegada, para os jogadores se empenharem, se dedicarem e a gente conseguir o objetivo de domingo, que é fazer um grande jogo e vencê-los”, discorreu.

Embora a equipe esteja concentrada para esta partida, os jogadores fazem questão de dizer que ambicionam o título e que, portanto, não basta apenas vencer o Palmeiras: é preciso impor uma boa seqüência. “Nós temos a possibilidade de sermos campeões. Vários pontos ainda estão em disputa. Nós dependemos da nossa vontade, da nossa atenção para podermos buscar o título”, avisou o goleiro Fábio.

Ainda há pontos indefinidos na equipe que entra em campo neste domingo. Apesar de não ter participado dos treinamentos em Águas de Lindóia, Espinoza está de volta após servir à seleção equatoriana e deve ser titular. Ele não terá, contudo, seu tradicional companheiro. Thiago Heleno está suspenso e abre uma posição para a disputa entre Thiago Martinelli e Léo Fortunato.

No ataque, a suspensão de Guilherme deixa uma vaga aberta. Há expectativa pela estréia de Thiago Ribeiro, que, mesmo sem ritmo de jogo, treinou forte durante a semana. Adilson Batista só anuncia a escalação no vestiário.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X PALMEIRAS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de setembro de 2008, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Gilson Bento Coutinho (PR)

CRUZEIRO: Fábio; Jonathan, Thiago Martinelli (Léo Fortunato), Espinoza e Fernandinho; Fabrício, Henrique, Ramires (Camilo) e Wagner; Jajá e Thiago Ribeiro (Weldon)
Técnico: Adilson Batista

PALMEIRAS: Marcos; Gustavo, Maurício e Martinez; Elder Granja, Sandro Silva, Léo Lima e Leandro; Evandro e Diego Souza; Lenny
Técnico: Wanderley Luxemburgo


Leia mais sobre: Cruzeiro Palmeiras Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Fator casa
Cruzeiro joga no Mineirão e ainda vem de uma vitória na última rodada sobre o Vasco

Topo
[x] fechar