iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/09 - 21:15

“Aprendiz”, Márcio Fernandes celebra união e agradece torcida
Eu não me envergonho de ter sido aprendiz do Cuca, do Vanderlei (Luxemburgo), do Leão. Aprendo a cada dia e procuro tirar o melhor”, disse o treinador, que ainda não perdeu com o Peixe

Gazeta Esportiva

SANTOS - Apontado pelos jogadores como o principal responsável pelo novo momento do Santos, único invicto do segundo turno do Campeonato Brasileiro, com três vitórias e três empates, o técnico Márcio Fernandes não se deixa iludir com a campanha favorável no comando do Alvinegro.

Neste domingo, após bater o Fluminense por 2 a 1 e pular para a 14ª posição na tabela de classificação, o treinador foi questionado sobre o que fez de diferente dos outros treinadores que passaram pelo comando do Santos na competição (Leão e Cuca). E preferiu não polemizar.

“Eu não gosto de falar do trabalho de outros treinadores. O Santos sempre teve um comandante à altura do nome do clube. Se as coisas não aconteceram, prefiro creditar à falta de sorte dos outros treinadores. Eu não me envergonho de ter sido aprendiz do Cuca, do Vanderlei (Luxemburgo), do Leão. Aprendo a cada dia e procuro tirar o melhor”, filosofou.

Para o técnico, a receita da virada alvinegra na segunda metade da competição é a mais simples de todas no mundo da bola: união. “Sempre falo para os meus jogadores que o futebol não é um emprego comum, pois você se diverte e ainda ganha seu pão. Eles precisam ter prazer para trabalhar e acho que estão mostrando isso, pois há muito tempo não via uma união como essa que os jogadores estão mostrando”, afirmou.

Em alta: Fabiano Eller, que deixou o gramado revelando ter escondido as dores musculares no teste realizado pela manhã apenas para participar da partida contra o Fluminense, ganhou elogios especiais do treinador, assim como o volante Bida, autor do segundo gol, e a torcida alvinegra, que mais uma vez compareceu em bom número à Vila.

“O Eller é mais um jogador que dá mostras dessa união que é o Santos, pois omitiu sua dor para que o todo pudesse ser feliz. Também quero destacar o fato de um atleta que não aparece muito ter feito um gol. Isso é um prêmio para o grupo todo e para essa torcida, que está sendo muito importante e jogando junto com a gente”, concluiu.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar