iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/09 - 16:48

Para Rafael Coelho, “é complicado” não ter um parceiro no ataque
O técnico PC Gusmão testou até agora Ricardinho, Tadeu e Wellington Amorim na frente

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Titular absoluto do Figueirense, Rafael Coelho já teve três parceiros no ataque na equipe catarinense ao longo deste Campeonato Brasileiro. O técnico PC Gusmão testou até agora Ricardinho, Tadeu e Wellington Amorim ao lado de Rafael e ainda não definiu o segundo atacante do Figueira.

Para Rafael Coelho, essa indefinição é prejudicial ao time, que sofre pela pequena média de gols no Brasileirão – os catarinenses têm m dos piores ataques do torneio com 28 gols marcados -, mas lembrou que a equipe é um grupo. “Fica sempre complicado, mas o professor tem que testar os outros (jogadores) também. Isso influi em algumas coisas, mas em outras não, porque a equipe toda treina junto e se conhece”, declarou o jogador à rádio CBN/Diário.

Para a partida contra o Sport neste domingo na Ilha do Retiro, o técnico PC Gusmão deve armar a equipe em um esquema 3-5-2. A mudança, para Rafael Coelho, é melhor para o time, pois o deixa mais ofensivo.

“Muda o jeito de a equipe jogar, ela fica mais ofensiva. A equipe vem treinando bem e cada um vem procurando dar o melhor de si para tentar sair com a vitória”, avaliou.


Leia mais sobre: Figueirense Rafael Coelho



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar