iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/09 - 16:14

Gobbi desabafa e defende Mano de insinuações

“Se alguém acha que aqui no Corinthians tem alguma conduta ilícita, eu sugiro que vá à delegacia", disse o dirigente

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Os comentários na imprensa de que Carlos Leite, empresário do técnico Mano Menezes, tem preferência para negociar seus jogadores com o Corinthians tiraram do sério o vice-presidente de futebol do clube, Mário Gobbi. O dirigente se alterou e quase chorou no final de entrevista coletiva concedida na manhã desta sexta-feira ao sair em defesa do treinador.

“Se alguém acha que aqui no Corinthians tem alguma conduta ilícita, eu sugiro que vá à delegacia, ao Ministério Público, ligue no Disque-Denúncia, mas não faça insinuações. A pior coisa que existe é deixar algo no ar. Isso é uma covardia. Fazemos um trabalho sério”, esbravejou Gobbi, que não disse a quem se dirigiu com o desabafo. “O importante é que o recado está dado e quem falou este tipo de coisa vai ouvir”, despistou.

Irritado, o dirigente, que compareceu à sala de imprensa do Parque São Jorge para apresentar o lateral-direito Diogo e esclarecer negociações de alguns jogadores, defendeu aos berros o técnico corintiano. “O futebol brasileiro precisa de uns 5 mil Manos. Não falo como técnico, mas sim como ser humano. Não existe pessoa mais séria, de caráter, idoneidade, postura e ética que o Mano no futebol. Quem conhecer, que me apresente”, desafiou.

Responsável pelas insinuações sobre o treinador, Carlos Leite empresaria atualmente quatro jogadores do elenco corintiano: Denis, Wellington Saci, Eduardo Ramos e Elias. “Só porque tem empresário amigo do técnico ficam falando em esquema. É de emputecer, não existe absolutamente nada”, reclamou Mário Gobbi. “Sou delegado, tenho 20 anos de polícia, e conheço bandido só pelo olhar”, concluiu.


Leia mais sobre: Corinthians série b Mano Menezes



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar