iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/09 - 02:32

Torcida vaia Brasil e insiste no grito de “Adeus, Dunga”

Treinador foi o principal alvo das vaias e foi chamado de 'burro' após realizar substituições na equipe

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Se o técnico Dunga esperava que a torcida deixaria de criticá-lo após a vitória por 3 a 0 do Brasil sobre o Chile, fora de casa, no último final de semana, estava muito enganado. Durante a maior parte do duelo contra a Bolívia, nesta quarta-feira, terminado com um empate sem gols, o treinador foi chamado de “burro” pela pouca torcida que foi até o Estádio João Havelange, o Engenhão.

Já no primeiro tempo, enquanto o Brasil se complicava para tentar chegar ao ataque, embrenhando na acirrada marcação andina, os cariocas já começaram com os primeiros gritos de insatisfação.

No intervalo, alguns torcedores ainda apostariam na irreverência e cantariam músicas de times cariocas, como o Flamengo: “Tu és time de tradição, raça, amor e paixão, oh meu Mengo!”.

Na etapa complementar, a impaciência chegou ao seu limite e os gritos se intensificaram, com os torcedores chamando repetidamente Dunga de “burro” e entoando uma música que dava “Adeus” ao técnico brasileiro.

Mas o alvo das críticas não foi só o treinador. O meia-atacante Ronaldinho Gaúcho saiu de campo vaiado por todo o estádio no momento em que foi substituído por Nilmar. A torcida também perdeu a paciência com outros jogadores, como Josué, que a partir do segundo tempo passou a ouvir gritos de descontentamento cada vez que pegava na bola.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar