iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/09 - 10:32

Imprensa boliviana exalta façanha da equipe no Rio de Janeiro
"Bolívia baila no Engenhão", estampa a manchete do jornal boliviano La Razón, nesta quinta-feira

Gazeta Esportiva

LA PAZ (Bolívia) - O empate sem gols com o Brasil no Engenhão foi bastante comemorado pela imprensa boliviana. Os jornais do país entraram na onda dos jogadores e da comissão técnica, que vibraram com o resultado após o jogo como se fosse um título, e também fizeram festa.

'Dizem que pobre se conforma com pouco, mas, neste caso, valem a pena os festejos', escreve o diário El Mundo, na abertura do texto intitulado 'Façanha boliviana no Rio'. 'Em meio à convulsão social que vive o país, o povo tem um momento de felicidade com o empate com o Brasil', completa.

O jornal ainda destaca a coragem da equipe boliviana, que, segundo a publicação, não renunciou ao ataque e poderia ter obtido uma façanha ainda maior. 'Jogando com dez jogadores por quase todo o segundo tempo, a Bolívia surpreendeu a 'canarinha', que jogou com todas as suas estrelas', lembra o El Mundo.

Os jornais bolivianos exaltaram o ponto conquistado no Rio de Janeiro


O diário La Razón fez uma leitura menos eufórica, mas também valorizou muito o resultado da partida da noite desta quarta-feira. 'Bolívia baila no Engenhão', estampa, referindo-se à festa dos jogadores no gramado. 'O selecionado verde vibrou como se tivesse vencido os pentacampeões em sua casa'.

A publicação também dá destaque à raça dos bolivianos no jogo. 'A atitude guerreira, a organização tática e a mudança de mentalidade demonstraram que a Bolívia é capaz de obter grandes resultados, como o ocorrido na noite desta quarta-feira, no Rio de Janeiro', conclui.

Hermanos: Famoso por apimentar a rivalidade entre Brasil e Argentina, o diário esportivo argentino Olé não deixou de destilar o seu veneno sobre a seleção de Dunga, mesmo com os argentinos também tropeçando na rodada (cederam empate ao Peru no fim do jogo, em Lima). Para o jornal, a atuação do time canarinho ante o lanterna do qualificatório 'deu pena'.

'O Brasil jogou quase todo o segundo tempo com um a mais, por causa de uma ajuda do árbitro, e mesmo assim não pôde ganhar do pior time das Eliminatórias', tripudia a publicação argentina, que seguiu a linha dos bolivianos e considerou injusta a expulsão de Garcia, que recebeu o vermelho direto no início da etapa final por uma entrada em Robinho.


Leia mais sobre: Seleção brasileira Eliminatórias



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reprodução

Eterna rivalidade
Os argentinos também decepcionaram, mas fizeram questão de criticar a atuação do Brasil

Topo
[x] fechar