iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 12:14

Suspeito da Ouro Verde, Roth depõe na Polícia Federal

Treinador é suspeito de participar da operação Ouro Verde, que enviaria dinheiro ao exterior ilegalmente

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Nada parecia abalar o Grêmio na liderança do Campeonato Brasileiro, mas a ausência do técnico Celso Roth no treino desta terça-feira em Porto Alegre explicitou o início de uma Polêmica no Estádio Olímpico Monumental. Indiciado como suspeito de participar da operação Ouro Verde, o treinador passou a manhã na Polícia Federal (PF) dando explicações.

O assunto, no entanto, é tratado de forma cautelosa no Olímpico. Roth chegou à sede da PF explicando à rádio Bandeirantes que resolveria problemas com seu passaporte. Enquanto isso, o Grêmio afirmou apenas que não se pronunciará sobre o tema.

O assunto evitado por todos, no entanto, é a presença do nome de Celso Roth na lista da Justiça Federal de 26 indiciados na operação Ouro Verde. O caso foi instaurado em 2007 pela PF para investigar a saída ilegal de aproximadamente R$ 2,5 bilhões para o exterior, e averiguar crimes tributários e de lavagem de dinheiro.

Roth, no entanto, deverá comandar normalmente o segundo treino do Grêmio na tarde desta terça-feira e conceder entrevista coletiva após a preparação.


Leia mais sobre: Celso Roth Operação Ouro Verde



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Marcos Arcoverde/Fotocom

Grêmio sem técnico
Envolvido em investigação da PF, Celso Roth pode se ausentar de treinos do líder do Brasileirão

Topo
[x] fechar