iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 14:40

Sob chuva, Fluminense trabalha para criar mais

Falta de pontaria e a pouca criatividade têm sido algumas das marcas do Fluminense neste Brasileirão

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Fluminense deu seqüência, na manhã desta terça-feira, a sua preparação para a partida do próximo domingo contra o Santos. O jogo acontece a partir das 18h10 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, em Santos, e é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com apenas 25 pontos, o Tricolor precisa da vitória para não permanecer na zona de rebaixamento, para onde voltou após empatar sem gols com o Grêmio no último final de semana. Para ter mais chances de vitórias contra os santistas, o técnico Cuca deu destaque para o trabalho de finalizações, pois a falta de pontaria e a pouca criatividade têm sido algumas das marcas do Fluminense neste Brasileirão.

Mesmo chovendo muito no Rio de Janeiro nesta terça-feira, os jogadores trabalharam firmes nas Laranjeiras, num treino demorado e que teve Cuca exigindo muito em termos de criatividade de seus laterais e homens de frente.

“O Cuca lembrou que a gente chutou poucas vezes e o time estava precisando deste tipo de trabalho. Lógico que depende de cada partida, mas criamos pouco nas últimas. Com uma vitória diante do Santos, a gente abre dois pontos em relação a este adversário. Essa é a nossa mentalidade para o campeonato. O pensamento está focado no Santos”, disse o atacante Everton Santos.

O lateral-esquerdo Júnior César concordou com o companheiro de equipe, e acha que todos os jogadores estão dando o máximo para que o Tricolor deixe o mais rapidamente possível a zona de rebaixamento. O jogador descartou qualquer falta de motivação pelo fato de o time estar lutando contra a queda no Brasileirão, poucos meses depois de ter decidido e perdido o título da Copa Libertadores.

“Vale o sacrifício de treinar muito na chuva, porque a gente se encontra em um momento difícil na tabela. Estamos trabalhando forte para tirar o Fluminense desta situação. A motivação na Libertadores era a melhor possível. Hoje, temos que nos concentrar para mudar esta situação. Não dá para arriscar algumas jogadas porque a confiança é outra. Agora, não cabe mais ficar pensando na Libertadores porque já passou”, ressaltou.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar