iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 22:41

Paraná e Ceará ficam no empate no Castelão
Com o 1 a 1, equipe paranaense permanece na zona de rebaixamento e cearenses não saem do bloco intermediário

Gazeta Esportiva

CEARÁ - O Paraná Clube foi a Fortaleza em busca de reabilitação e arrancou um empate em 1 a 1 diante do Ceará, no Estádio Castelão. O resultado não muda muito a situação dos dois times na classificação da Série B, já que o Vovô permanece na 8ª colocação e o Tricolor saiu momentaneamente da zona de rebaixamento, com um jogo a mais que os demais adversários diretos.

O time da casa estava com pressa e logo aos 30 segundos, Alex Braz levantou na área, Ciel desviou de cabeça e Mauro fez boa defesa, ficando com a bola. A resposta veio apenas aos cinco minutos, com Ricardinho, que desceu pela lateral, mas adiantou demais a bola, que saiu pela linha de fundo. Aos sete minutos, Éder fez jogada individual, abriu espaço e bateu para defesa de Adilson, que cedeu escanteio.

A partida era equilibrada e o Tricolor da Vila mostrava que não ficaria apenas no campo de ataque. Porém, após o ímpeto inicial, o ritmo dos times caiu um pouco. Aos 14 minutos, Cristian recebeu de Éder e tentou bater no cantinho, mas a bola passou à direita da meta. Aos 20 minutos, Ciel cobrou falta na área e Mauro saiu do gol para afastar o perigo.

O gol parecia questão de tempo para o Paraná. Mas, aos 22 minutos, o Vovô chegou ao primeiro da partida. Lúcio recebeu na área, que aproveitou a indefinição da defesa paranista para rolar para o fundo das redes. Mas os paranaenses continuaram pressionando e, aos 33 minutos, Cristian cobrou escanteio, a zaga tocou para trás e Pituca apareceu para tocar para as redes. Aos 38 minutos, foi a vez de Ricardinho arriscar o chute para defesa de Adílson.

Na segunda etapa, o Paraná voltou tentando transformar a superioridade em campo em gols. Aos dois minutos, após lançamento de Fabinho, a zaga cearense se esticou e impediu a penetração de Pituca. Aos cinco minutos, um choque violento de cabeça entre Pituca e André causou preocupação e paralisou a partida por alguns minutos. Pior para o jogador alvinegro, que foi atendido na ambulância e encaminhado ao hospital.

Com a bola rolando, aos 13 minutos, Cristian fez a jogada e bateu cruzado, mas ninguém do time paranista apareceu para desviar para o gol, perdendo boa chance. Na resposta, Mauro saiu jogando errado, nos pés de Lúcio e, na jogada, a torcida pediu pênalti na entrada de Fabrício. Aos 23 minutos, Murilo entrou pela diagonal, mas chutou totalmente sem direção.

O time da casa jogava melhor na segunda etapa, mas sem conseguir construir grandes jogadas, apenas se aproveitando dos erros do adversário. Aos 31 minutos, Vavá invadiu a área e bateu forte para a defesa em dois tempos de Mauro. O jogo se encaminhava para o final sem a perspectiva de mais gols. Aos 41 minutos, Ciel recebeu na área e, na hora exata do arremate, Murilo apareceu para salvar o Tricolor.

Na próxima rodada, o Paraná Clube volta para a capital paranaense onde, na próxima terça-feira, recebe o Bahia, na Vila Capanema. Já o Ceará, vai ao Rio Grande do Norte, onde no mesmo dia tenta sua primeira vitória fora de casa diante do América-RN.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ 1 x 1 PARANÁ

Local:
Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 09 de setembro de 2008, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Cesar Negreiros de Souza (AM)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN)  e Jander Rodrigues Lopes (AM)
Cartões amarelos: André, Cleison (Ceará); Murilo, Mauro, Rômulo (Paraná)
Gols: CEARÁ: Lucio, aos 22 minutos do primeiro tempo. PARANÁ: Pituca, aos 33 minutos do primeiro tempo

CEARÁ: Adilson, Deleu (Celso), Fabrício, Dezinho e Alex Braz; André (Mancuso), Chicão, Cleison e Lucio; Charles (Vavá) e Ciel.
Técnico: Lula Pereira

PARANÁ:
Mauro; Murilo, Luciano, Fabrício e Fabinho; Rõmulo (Samuel), Vágner, Pituca e Cristian (Leonardo); Ricardinho e Éder (Cristiano)
Técnico: Paulo Comelli


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias