iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 15:14

Em alta, Luis Fabiano espera agarrar camisa nove

Muito elogiado por Dunga após os dois gols na vitória contra o Chile, atacante quer ganhar a vaga de vez

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O atacante Luís Fabiano viveu grande fase na seleção brasileira entre 2003 e 2004, quando ainda atuava pelo São Paulo. No entanto, após a conquista da seleção brasileira na Copa América de 2004, o jogador perdeu espaço para Adriano e não foi mais convocado pelo técnico Carlos Alberto Parreira, ficando de fora da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha.

O ‘Fabuloso’ só voltou a ser lembrado em 2007, depois que Dunga assumiu o comando da equipe, e não decepcionou. Primeiro, em julho deste ano, fez os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Uruguai, em jogo pelas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010. Depois, voltou a balançar as redes duas vezes, desta vez na vitória por 3 a 0 sobre o Chile fora de casa pela competição classificatória continental.

Com mais uma apresentação de gala no domingo, Luís Fabiano espera ter dado mais um passo rumo à vaga de titular no ataque da seleção brasileira. “Venho trabalhando para conquistar esse vaga e ser dono da camisa nove, mas sei que é difícil. Hoje, estou em um momento bom, muito feliz, dando conta do recado. Para eu me firmar, preciso marcar gols, porque sei que é disso que atacante necessita”, afirmou.

O sevillista aparece na seleção em um momento de ‘entressafra’ de atacantes, no qual Dunga já testou nomes como Vagner Love e Afonso Alves para ocupar o posto que já foi de Careca, Romário e Ronaldo. O Fenômeno busca sua recuperação física para voltar aos gramados, e tem a torcida de Luís Fabiano para conseguir tal feito.

“Eu gostaria que ele voltasse a jogar, porque sou um fã dele”, afirmou o atacante, que estreou pelo Brasil em 11 de junho de 2003, marcando um dos gols na vitória por 3 a 0 sobre a Nigéria em amistoso fora de casa.

Curiosamente, o ex-são-paulino já havia marcado no Chile, em Santiago, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo – mas 2004, em um empate por 1 a 1. Na Copa América do mesmo ano, na cidade peruana de Arquipa, o Brasil venceu o Chile por 1 a 0, com gol do próprio Luís Fabiano.


Leia mais sobre: Luís Fabiano



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar