iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 17:32

Bolívia tem difícil missão contra o Brasil: evitar goleada

Brasil embalado por vitória no Chile e subida na tabela é parada dura para a lanterna das Eliminatórias

Reuters

RIO DE JANEIRO - A seleção boliviana visita na quarta-feira um renovado Brasil, pelas Eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo de 2010, com a difícil missão de evitar uma goleada. As duas equipes chegarão à partida, marcada para às 21h50 no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, com experiências recentes que podem reforçar seus diferentes estados de espírito.

O Brasil bateu o Chile por 3 x 0 em Santiago no domingo, pulou para a segunda colocação e sacudiu as críticas por fracas atuações anteriores. A seleção havia sido criticada inclusive pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No outro extremo, a Bolívia caiu diante do Equador por 3 x 1, em Quito, com um fraco desempenho, e caiu para a última posição da tabela com apenas 4 pontos, depois de conseguir apenas uma vitória, um empate e cinco derrotas.

Triunfar sobre o Brasil no Rio de Janeiro parece inimaginável, ainda mais diante de uma equipe que conseguiu 'embalar' em Santiago e ainda mais considerando os antecedentes.

A equipe boliviana realizou nesta terça-feira os últimos treinos em campo, na sessão em que o técnico Erwin Sánchez deveria tirar as últimas conclusões para realizar trocas, uma delas obrigatória devido à expulsão do atacante Alejandro Gómez, que será substituído por Jaime Moreno.

Na segunda-feira, o atacante Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro, se apresentou à delegação boliviana. Entretanto, o técnico Sanchez ainda não confirmou se o jogador de pai brasileiro e mãe boliviana terá lugar na equipe titular contra o Brasil.

Além disso, Sánchez terá o desafio de tratar de conter o perigoso ataque brasileiro, que buscará se destacar diante de seu público. Os próprios bolivianos têm esperanças remotas de surpreender seus rivais.

"A intenção é classificar para a Copa do Mundo. Sei que é muito difícil, temos muito trabalho para fazer, já que somos os últimos colocados. Mas vamos nos esforçar", disse Marcelo Moreno, que joga no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

"Nossa atitude será procurar a vitória. Sabemos que é difícil, mas não impossível. Temos uma seleção com mentalidade vencedora", acrescentou o ex-atacante do Cruzeiro.


Leia mais sobre: Brasil Bolívia

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias