iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/09 - 14:05

André 'Balada' admite vício em cocaína durante passagem do Verdão pela Série B

Jogador denunciou ainda que outros atletas do elenco palmeirense usavam a droga junto com ele

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Mero coadjuvante na campanha do retorno do Palmeiras à primeira divisão do futebol brasileiro, o atacante André Neles deu início a uma polêmica nesta terça-feira.

Em entrevista ao Jornal da Tarde, o atleta do Barueri admitiu que era viciado em cocaína durante sua passagem pelo Parque Antártica e que, inclusive, usava a droga com outros companheiros de equipe.

Hoje com 30 anos, o atleta recebeu até mesmo o apelido de André Balada durante sua rápida passagem pelo Verdão. Com pouquíssimas chances de atuar devido à excelente fase vivida pelo ataque palmeirense que na época contava com Edmilson e Vagner Love – além do reserva Thiago Gentil –, o jogador nem se preocupava com o antidoping caso tivesse chance de entrar em campo na equipe de Jair Picerni.

“Eu cheirava mesmo e não me preocupava com exame porque não jogava muito”, disparou André Balada. “Virei dependente de cocaína e não conseguia viver sem a droga. Alguns jogadores usavam junto, e não foi só o pessoal do Palmeiras. Isso aconteceu também em outros clubes por onde passei”, completou.

De acordo com Balada, que largou o vício em 2004 após entrar para uma igreja, os companheiros de Palmeiras notavam a alteração por causa dos efeitos da droga. “Cheguei muitas vezes doidão para treinar. O pessoal olhava e falava: hoje ele está mal, está acompanhado”, lembrou. “Você tem dinheiro e aproveita o que o futebol dá: glória, fama, riqueza, mulheres... mas falta o algo mais, que muitas vezes é o caminho das drogas”, filosofou.

Livre das drogas graças ao goleiro Gustavo, com quem atuou no Figueirense um ano depois de passar pelo Palmeiras, André Balada estuda teologia no sonho de virar pastor.


Leia mais sobre: André Balada Palmeiras Cocaína

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

vagner love palmeiras

Polêmica verde
Vagner Love era um dos líderes do time palmeirense na Série B em 2003

Topo
Contador de notícias