iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/09 - 15:28

México e EUA vencem em dia de futebol misturado à política
"Nós fomos muito bem tratados por aqui e as pessoas foram muito amigáveis. Foi uma viagem excelente" disse o treinador dos EUA, país que não jogava em Cuba a 61 anos

Reuters

HAVANA (Cuba) - Os Estados Unidos venceram Cuba por 1 x 0 em Havana, em sua primeira visita à ilha caribenha em 61 anos, com o gol de Clint Dempsey no primeiro tempo.

O jogo da terceira rodada do Grupo A aconteceu com o pano de fundo do embargo comercial de 46 anos dos EUA contra Cuba, que foi imposto após Fidel Castro tomar o poder com a revolução de 1959, que tornou a ilha aliada da União Soviética.

No entanto, os jogadores dos EUA saíram do gramado depois do jogo disputado no precário estádio Pedro Marrero e aplaudiram os torcedores cubanos naquilo que o treinador Bob Bradley disse ser um gesto espontâneo de apreciação.

"Nós fomos muito bem tratados por aqui e as pessoas foram muito amigáveis", disse ele. "Foi uma viagem excelente".

Dezenas de milhares de torcedores mexicanos usaram a partida em casa contra a Jamaica para protestarem contra o crescimento dos crimes no país e uma brutal guerra entre traficantes de drogas que já matou mais de 2.700 pessoas apenas neste ano.

Pelo menos três quartos dos 100.000 torcedores que estavam no Estádio Azteca, na Cidade do México, atenderam ao pedido da Federação Mexicana de Futebol de se vestirem de branco, mesma cor envergada pela equipe do país, ao invés do verde costumeiro.

O protesto aconteceu uma semana após uma passeata anticrime que reuniu mais de 150.000 pessoas no centro da cidade.

POUCA RESISTÊNCIA

No gramado, o time de Sven Goran-Eriksson encontrou pouca resistência por parte da Jamaica, que deveria ser a anfitriã do jogo, situação que foi modificada por conta do furacão Gustav, que vem devastando o Caribe.

Andres Guardado abriu o placar no terceiro minuto do primeiro tempo, antes que Fernando Arce e Jonny Magallon marcassem os outros gols.

'Talvez o jogo tenha sido fácil, mas ainda há muito trabalho pela frente para conseguirmos a classificação', disse Eriksson. 'Nós vencemos com classe e personalidade'.

Mexico e Estados Unidos lideram seus grupos com seis pontos em dois jogos.

Ramon Nunez marcou duas vezes no segundo tempo e Honduras virou o jogo fora de casa frente ao Canadá por 2 x 1 em outra partida válida pelo Grupo B, enquanto Trinidad e Tobago e Guatemala ficaram no empate por 1 x 1 no Grupo A.

Carlos Gallardo marcou o gol de empate já nos acréscimos do segundo tempo, depois que Keon Daniel havia aberto o marcador aos 38 minutos da mesma etapa.

A dupla da América Central formada por Costa Rica e El Salvador conseguiu goleadas em seus jogos pelo Grupo C.

A Costa Rica massacrou o Suriname por 7 x 0, com quatro gols nos últimos 15 minutos, enquanto Rodolfo Zelaya marcou três vezes para ajudar El Salvador a bater por 5 x 0 o Haiti, que teve Pierre Bruny expulso aos 21 do primeiro tempo.


Leia mais sobre: Estados Unidos Cuba Eliminatórias

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

Clima ameno nas arquibancadas
Se em campo a partida foi tranquila, as torcidas fizeram uma bela festa durante o jogo

Topo