iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/09 - 14:10

Desabafo de Edmundo aumenta seu prestígio no clube

Suspenso no primeiro turno por reclamar da arbitragem, jogador não fez críticas diretas aos juízes

Gazeta Esportiva


RIO DE JANEIRO - O atacante Edmundo escreveu mais um capítulo de sua história no Vasco na noite de quinta-feira, quando teve que ir para o gol do time, aos 28 minutos do segundo tempo, quando o goleiro Tiago acabou expulso. O Animal deixou o campo chorando muito, reclamou contra a arbitragem do paulista Rodrigo Cintra e lamentou a derrota de 3 a 1 para o Cruzeiro, que manteve o time com 26 pontos, próximo da zona de rebaixamento.

O episódio serviu para aumentar o prestígio do atacante junto aos torcedores e companheiros de elenco.

“A gente é roubado em todos os lugares que vai. A gente não merece isso, treinamos todo dia de manhã e à tarde. É humilhante para mim. Estou chorando porque a torcida gosta do time, e não temos mais a ajuda de ninguém. Não preciso disso não”, reclamou Edmundo ao fim do jogo.

O atleta porém evitou fazer críticas abertas ao trio de arbitragem, pois por causa disso, na derrota por 1 a 0 para o mesmo Cruzeiro no primeiro turno, ele acabou suspenso. Na ocasião a revolta foi contra um tiro livre que definiu o triunfo cruzeirense.

“O jogador tem que se f... mesmo. Eu falei lá. Aconteceu lá a mesma coisa que está acontecendo aqui. Eu falei lá e fui suspenso, vocês não querem que eu fale de novo, né? Lá em Minas eu falei, mas aqui eu não vou falar. Não quero ser suspenso de novo. Eu não posso falar”, reclamou Edmundo.

Edmundo deixou o campo sob os gritos dos torcedores, que reconheceram o esforço do craque e gritavam o tradicional coro de “Ah, é Edmundo!”. O atacante também era muito aplaudido a cada defesa que fazia. Além do prestígio com os torcedores ele viu sua moral aumentar com os companheiros de equipe.

“O Edmundo é um cara que sente muito tudo dentro do Vasco, se dedica ao extremo dentro do clube e nunca joga a toalha. Portanto, temos que respeitar tudo o que ele fez pelo clube. Estava torcendo muito, mas infelizmente foi uma noite em que nada deu certo e o Vasco se perdeu dentro de campo”, analisou o atacante Leandro Amaral, que continua de fora se recuperando de uma lesão na coxa direita.


Leia mais sobre: Edmundo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Com moral
Apesar da goleada e da má campanha do clube, jogador tem recebido elogios da torcida e comissão técnica

Topo