iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/09 - 17:17

Chamado de covarde, Felipão responde crítica de goleiro

Felipão explicou quais foram as motivações para deixar Vitor Baia de fora dos convocados de Portugal

Gazeta Esportiva

LONDRES (Inglaterra) - O técnico Luiz Felipe Scolari não se calou diante das críticas veladas feitas pelo goleiro Português Vítor Baia, nas quais o atleta reclamou do brasileiro. A insatisfação do guarda-metas ocorre pelo fato de, no período em que Felipão comandou a seleção portuguesa, ter parado de ser convocado.

“É algo que ainda hoje me entristece bastante, acima de tudo devido à covardia das pessoas, principalmente do treinador, que nunca assumiu as razões do meu afastamento. E agora mandou recados por um amigo. Vamos continuar sem saber, pois não acredito que tenha coragem. Acaba por ser a voz de Scolari, mas covardemente”, disse o jogador.

Felipão, que ultimamente tem dedicado boa parte de seu tempo a desfazer polêmicas, não deixou por menos e explicou quais foram as motivações para deixar Vitor Baia de fora dos convocados nos últimos seis anos em Portugal.

“O que escolhia na época, escolho agora, de acordo com as minhas convicções. Não tenho de dar resposta a ninguém. Já disse a mesma coisa 120 vezes. Se alguém quiser entender entenda, se não quiser...”, disse, tentando dar um basta no assunto. Nos últimos dias, Felipão ainda teve de vir a público para desmentir supostas críticas feitas a Robinho.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

Esclarecendo polêmicas
Nos últimos dias, Felipão ainda teve que desmentir supostas críticas feitas a Robinho

Topo