iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/09 - 00:00

São Paulo cede empate ao Atlético-MG e desce na tabela

Antes do jogo, que acabou 1 a 1, a diretoria do Galo prestou homenagem ao ex-técnico Telê Santana

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O São Paulo desperdiçou, na noite desta quarta-feira, mais uma chance de se aproximar das primeiras posições do Campeonato Brasileiro. O Tricolor voltou a mostrar sua dificuldade fora de casa e cedeu o empate por 1 a 1 ao Atlético-MG, no estádio do Mineirão.


Depois de ter aberto o placar com Borges no primeiro tempo, o Tricolor segurou o resultado até os 35 minutos do segundo tempo, quando Márcio Araújo igualou a contagem para os mineiros. Com o resultado, o São Paulo chegou apenas aos 39 pontos no Brasileirão, descendo para o sexto lugar. Já o Atlético foi aos 30 pontos e ocupa agora o 12º lugar.

Antes da partida desta quarta, as torcidas das duas equipes puderam presenciar a homenagem a Telê Santana, que foi vitorioso no comando tanto do Atlético-MG quanto do São Paulo. Familiares do ex-treinador estiveram no Mineirão para a inauguração de um busto do Mestre no estádio.

Agora, Galo e Tricolor terão um bom tempo de preparação para a seqüência de ambos no Brasileirão. Em função da folga na tabela por conta dos jogos da seleção nas Eliminatórias, o time de Muricy Ramalho só voltará a campo no dia 14, quando receberá o Flamengo, no Maracanã. Já o Atlético terá compromisso um dia antes, diante do Ipatinga, no Ipatingão.

O jogo: O técnico Muricy Ramalho colocou o São Paulo com mudanças em campo. Jorge Wagner, Joilson e André Lima foram sacados para as entradas de Júnior, Zé Luis e Dagoberto, respectivamente. No entanto, foi o Atlético quem começou melhor na partida desta quarta.

Logo aos seis minutos, Serginho carregou a bola pela intermediária e bateu forte, mas para fora. Pouco depois, Jael tentou aproveitar os espaços na meia-lua do São Paulo e sofreu a falta. Na cobrança, Lenílson mandou por cima da meta de Rogério Ceni. O Galo continuou pressionando e novamente conseguiu ameaçar os visitantes. Jael recebeu na entrada da área e chutou fraco, facilitando a defesa do arqueiro tricolor.

Depois de resistir à pressão atleticana, o São Paulo se lançou à frente e conseguiu abrir o placar. Aos 18, Hugo avançou pela esquerda e cruzou na primeira trave. Hugo tentou tocar de calcanhar, mas foi o zagueiro quem mandou contra o próprio gol, balançando as redes. O árbitro, porém, assinalou o gol para Borges.

O Galo, então, se viu na obrigação de partir novamente para o ataque. Jael dominou na meia-esquerda, limpou a defesa e chutou para fora. No lance seguinte, Calisto chutou forte e a bola passou perto da trave de Rogério. Em outra investida dos mineiros, Jael caiu na área em disputa com André Dias e os atleticanos pediram pênalti, mas o árbitro considerou o lance normal.

Aos poucos, o São Paulo tentou dar menos espaços para os donos da casa e passou a responder nos contragolpes. Porém, o Tricolor voltou a levar um susto no último lance de perigo dos mineiros na etapa, quando Mariano cruzou da direita para Lenílson, que dominou livre na área, mas finalizou para fora. Já time visitante, por sua vez, quase ampliou nos minutos finais em um rápido contra-ataque. Dagoberto recebeu na área e só foi travado no momento do chute.

No intervalo, Muricy recolocou Jorge Wagner na equipe e tirou Júnior. No entanto, a mudança do São Paulo não intimidou o Atlético, que voltou a campo adotando uma postura ofensiva. Jael aproveitou cruzamento da direita para desviar e dar trabalho a Rogério.

Porém, o São Paulo foi ao ataque e quase ampliou o placar. Depois de cobrança de escanteio, Dagoberto finalizou e exigiu boa defesa de Édson. No lance seguinte, Richarlyson mandou de cabeça na trave. Para tentar reverter o placar, o técnico Marcelo Oliveira sacou Renan para a entrada de Pedro Paulo. Como a mudança não surtiu efeito na tônica da partida, o treinador atleticano voltou a alterar pouco depois, colocando Castillo na vaga de Jael.

O Tricolor, por sinal, foi quem ameaçou no lance seguinte, quando Dagoberto dominou na área e chutou nas mãos de Édson. O Atlético demorou para voltar a ameaçar, mas assustou Rogério quando finalmente conseguiu responder. Calisto cruzou da esquerda para Castillo, que cabeceou perto da meta dos visitantes.

Aos 35 minutos, o Galo conseguiu igualar a contagem. Mariano recebeu ótimo passe em profundidade pela direita e cruzou para o meio da área, onde apareceu Márcio Araújo para chutar. Rodrigo ainda tentou evitar o gol, mas a bola foi para as redes. Depois de sofrer o gol, Muricy tirou Dagoberto para a entrada de Éder Luis. No entanto, nenhuma das equipes conseguiu mexer novamente no placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 1 SÃO PAULO (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 3 de setembro de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota e Alcides Augusto de Lira Júnior (ambos de PE)
Cartões amarelos: Serginho, Marcos e Leandro Almeida (Atlético); Júnior e Jean (São Paulo)
GOLS: ATLÉTICO-MG: Márcio Araújo, aos 35 minutos do segundo tempo; SÃO PAULO: Borges, aos 18 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-MG: Édson; Mariano, Marcos, Leandro Almeida e Calisto; Rafael Miranda, Serginho, Márcio Araújo e Lenílson; Renan Oliveira (Pedro Paulo) e Jael (Castillo)
Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rodrigo, André Dias e Miranda; Zé Luis, Jean, Richarlyson, Hugo e Júnior (Jorge Wagner); Dagoberto (Éder Luis) e Borges
Técnico: Muricy Ramalho

Outros resultados da rodada

  • Goiás goleia e afunda o Atlético-PR
  • Flamengo vence Figueirense e volta ao G-4
  • Santos bate Vitória e deixa zona de rebaixamento
  • Miranda lamenta postura são-paulina no Mineirão

  • Leia mais sobre: São Paulo Atlético-MG Brasileirão

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Topo