iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/09 - 12:54

Números mostram a importância dos laterais no Brasileirão
Atacar como ala e defender como lateral tem sido o lema de quem se destaca nessa função

Da Redação com Footstats

SÃO PAULO - Nem mesmo a seleção principal do Brasil, composta em grande parte por atletas do futebol internacional, despreza os laterais que atuam dentro do País. O recém-convocado Juan, do Flamengo, é o melhor finalizador do time no Brasileirão (15), jogador mais caçado e rei das assistências – 6 passes para gols do rubro-negro.

A multiplicidade de funções executadas pelos alas viabiliza o surgimento de novos laterais improvisados. Um exemplo disso é o ex-volante Thiaguinho, do Botafogo, que, depois de deslocar-se para os flancos do campo, assumiu o posto de maior ladrão de bolas do campeonato, interceptando uma média de 6,12 jogadas a cada partida.

Outro que também mudou da meia para a faixa direita do campo foi o cruzeirense Marquinhos Paraná, único jogador do torneio a ultrapassar a barreira dos mil passes certos (1011). Como se não bastasse, o ala da Raposa detém 91,6% de aproveitamento, o melhor índice entre todos os laterais.

No primeiro dia da 24ª rodada, realizado nesta quarta-feira, Vítor, do Goiás, não apenas marcou um dos quatro gols sobre o Atlético/PR, mas destacou-se como o melhor driblador do jogo - 11 certos -, e somou o maior tempo de posse de bola da partida – 2 minutos e 58 segundos.

Veja o desempenho de laterais esquerdos e direitos no atual Brasileirão:

Lateral

Quantidade

Gols

Assistências

Amarelos

Vermelhos

Direito

56

25

53

117

9

Esquerdo

51

25

46

111

6


Leia mais sobre: Brasileirão Lateral

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Destaque rubro-negro
As boas atuações de Juan no Flamengo lhe renderam uma vaga na seleção brasileira

Topo