iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/09 - 17:11

No duelo com o Náutico, Ipatinga luta contra tabu fora de casa
O Ipatinga ainda não conseguiu triunfar nem uma vez jogando como visitante neste Brasileirão

Gazeta Esportiva

IPATINGA - Embora a chegada do técnico Márcio Bittencourt tenha renovado o moral do Ipatinga, a equipe ainda tem um desafio enorme pela frente. O confronto com o Náutico, neste sábado, em Recife, é a oportunidade que o elenco espera para deixar a lanterna do Campeonato Brasileiro.

O Timbu também ocupa a zona do rebaixamento, com apenas três pontos a mais que os mineiros, e quem perder no sábado assume a última posição. No entanto, o time do Vale do Aço terá que superar um tabu para conseguir o feito: vencer fora de casa.

O Ipatinga ainda não conseguiu triunfar nem uma vez jogando como visitante neste Brasileirão. Em 11 partidas que disputou fora de casa, somou apenas três pontos, nos empates com o São Paulo, Goiás e Vitória. O aproveitamento da equipe como visitante é de apenas 9,09 %, o pior da Série A.

Apesar do péssimo retrospecto, jogadores e comissão técnica estão confiantes na superação do time. “Não existe jogo fácil. O campeonato deste ano é um dos mais equilibrados. Ninguém tem se desgarrado, então é outra batalha. Tenho certeza de que o meu grupo vai absorver bem as dificuldades e fazer uma grande partida.”, confiou o técnico Márcio Bittencourt.

Para o goleiro Fernando, o fato de ser um confronto direto aumenta a motivação do elenco. “Enfrentaremos o Náutico sabendo que, quem perder, ficará na lanterna do campeonato e, por isso, o nosso objetivo é vencer.”, declarou o jogador.

Na manhã desta quinta-feira, Bittencourt comandou o último treino da equipe antes do embarque para Recife. Para a partida, o treinador relacionou 19 jogadores. Entre eles, está o zagueiro Gian, que ainda é dúvida para o jogo, pois está com oito pontos no supercílio. A delegação do Ipatinga viaja nesta quinta-feira à Belo Horizonte, de onde embarca nesta sexta para Recife.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo