iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/09 - 15:49

Verdão quer 2ª arrancada heróica e vê Libertadores fora de casa

A preferência do presidente do Verdão, caso o time chegue à Libertadores, é mandar os jogos no Pacaembu

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O dia 20 de setembro de 1942 é guardado até hoje na memória dos palmeirenses mais antigos como o dia da “arrancada heróica”, símbolo da primeira vitória do clube e da conquista do primeiro título sob a alcunha de Palmeiras, antigo Palestra Itália (3 a 1 em cima do São Paulo, na decisão do Paulistão). A data, que faz parte do calendário oficial da cidade de São Paulo como “Dia do Palmeiras”, também tem tudo para ser um novo marco na história do clube.

Nesta terça-feira, em evento realizado na sede da Federação Paulista de Futebol, o presidente do Verdão, Affonso Della Monica, confirmou o lançamento da pedra fundamental da nova Arena Multiuso para o dia 20 deste mês.

“Os primeiros passos da obra já foram dados, como a sondagem do solo, as medições, mas no dia 20 lançaremos a pedra fundamental e daremos início à obra propriamente dita. Será nossa segunda arrancada heróica”, vislumbrou o dirigente.

“Construiremos um prédio poliesportivo, um outro, com seis andares, para a parte administrativa e, concomitantemente, mexeremos no estádio. A intenção é que tudo fique pronto até dezembro de 2010”.

Fernando Pizzo, assessor de Della Monica e que também marcou presença no evento, foi ainda mais eufórico ao falar da confirmação da data. “Esse é um processo irreversível. A Arena irá sair e será um cartão postal para a cidade de São Paulo”, exagerou.

Por conta das obras no estádio palmeirense, Della Monica adiantou que o Verdão, vice-líder do atual Campeonato Brasileiro, irá disputar a próxima Libertadores da América (caso confirme sua classificação) fora de casa.

“O estádio deve ter o início das suas obras no final de janeiro de 2009 ou no término do Campeonato Paulista. Isso vai depender de uma conversa entre a comissão técnica, o clube e a WTorre (parceira do clube na construção da nova Arena). Mas os jogos da Libertadores não serão no Parque Antarctica. Não tem como”, confirmou o dirigente, que tem preferência pelo Pacaembu como “nova casa” alviverde durante o período de transformação do Palestra em Arena.

Saia justa: Durante a palestra proferida por Paulo Maluf, candidato à Prefeitura de São Paulo, o presidente palmeirense acabou entrando em uma saia justa ao perguntar para o candidato o que ele pretende fazer para acabar com a violência nos estádios.

“Estou preocupado com a imagem que passamos e acredito que temos de erradicar as torcidas organizadas do futebol. Ou os clubes dão um jeito de contê-los ou precisam ser extintos, pois só fazem mal”, atirou o candidato.

Questionado sobre o assunto, Della Monica saiu pela tangente: “Eu não perguntei sobre as organizadas, e sim sobre a violência. Sou a favor das organizadas, pois elas fazem parte do espetáculo, desde que se contenham um pouco mais e apelem menos para a violência”, concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo