iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/09 - 21:39

Leandro provoca: “Alex Mineiro não deu a paradinha por medo”
Os dirigentes enviaram pedido à CBF para que o árbitro do jogo contra o Furacão não trabalhe mais em partidas da equipe em 2008

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Palmeiras oficializou nesta terça-feira protesto contra a arbitragem de Sandro Meira Ricci na vitória por 2 a 1 contra o Atlético Paranaense. Um dos aspectos mais contestados pelo clube, no entanto, já é visto com bom humor.

Ao ser perguntado sobre a “paradona” utilizada por Alan Bahia no gol curitibano, Leandro provocou Alex Mineiro por ter abdicado do truque na rodada anterior após ameaça de Cleber Wellington Abade.

“Para mim, depende do juiz, da cabeça de cada um. Contra a Portuguesa, o Alex pipocou, ficou com medo de receber o amarelo, foi lá e bateu direto. Contra o Atlético, o Alan Bahia teve a chance e não pipocou. Eles têm é que definir logo para não deixar o Alex com medo”, solicitou o lateral-esquerdo.

Brincadeiras à parte, os dirigentes enviaram pedido formal à CBF para que Ricci não trabalhe mais em partidas da equipe em 2008, pois teria ignorado pênalti em Kléber e agressão de Alan Bahia em Diego Souza, além de impedimento inexistente de Jefferson. A ordem no elenco, porém, é esquecer da atuação do apitador no domingo.

“O Alan Bahia já fez o gol com a paradinha e não podemos ficar reclamando. Já aconteceu, temos que esquecer”, pregou Leandro. “O Wanderley (Luxemburgo) sempre fala para entrar em campo esquecendo da arbitragem. Já estamos falando disso há muito tempo, todo mundo tem falado, e não mudou muita coisa. Temos é que esquecer disso mesmo”, continuou o camisa 6.

Diante da tentativa de paz com os árbitros, os jogadores minimizam a escalação do cearense e pouco experiente Francisco de Assis Almeida Filho para atuar na quinta-feira, contra o Sport. “Não conheço este juiz, mas isso não tem importância. Espero que ele faça um bom trabalho”, esquivou-se Jumar.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo