iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

02/09 - 15:24

Clubes pedem e Maluf promete isenção de impostos pela Prefeitura
Paulo Maluf, candidato do PP ao pleito do próximo dia 5 de outubro, externou suas idéias para o esporte na cidade

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O ciclo de palestras com os candidatos à Prefeitura de São Paulo promovido pela Federação Paulista de Futebol tem contado com o apoio maciço dos principais clubes da capital paulista na sede da entidade.

Nesta terça-feira, dia em que Paulo Maluf, candidato do PP ao pleito do próximo dia 5 de outubro, externou suas idéias para o esporte na cidade, representantes da alta cúpula do futebol não deixaram passar a oportunidade de tentar garantir um quinhão para os próximos quatro anos.

Marcelo Portugal Gouvêa, ex-presidente do São Paulo, lembrou a Paulo Maluf que o terreno no qual está construído o CCT da Barra Funda foi cedido pela Prefeitura ao clube por um período de “apenas” 44 anos, enquanto o do Palmeiras, vizinho tricolor, ficará nas mãos do Verdão por 99 anos. E pediu equiparação nos direitos com o co-irmão.

“Não tenha dúvida de que isso será corrigido, até porque tenho dois netinhos que são são-paulinos apaixonados”, sorriu o candidato, interpelado, na seqüência, pelo Desembargador Miguel Marques e Silva, que também é vice-presidente do Corinthians.

Ao contrário do que pregou o presidente Alvinegro, Andrés Sanchez, na ocasião da palestra proferida pela candidata Marta Suplicy, o desembargador aproveitou a ocasião para também pedir ao candidato um “olhar especial” aos corintianos. “Já que foram concedidos terrenos ao São Paulo e ao Palmeiras, seria muito bom conceder um também ao Corinthians, até para que possamos construir o nosso estádio”.

Engrossando o coro dos “pedintes”, o presidente do Juventus, Armando Raucci, mostrou preocupação com o fato de os clubes menores do futebol paulista, isentos do pagamento de IPTU enquanto estão fora da Série A-1, serem obrigados a aumentar seus gastos caso consigam, dentro de campo, o acesso à principal divisão do futebol estadual.

Para felicidade do Nacional, da Ferroviária, da Portuguesa Santista e de tantos outros times que sonham em um dia voltar à elite do futebol paulista, o candidato Paulo Maluf foi claro: “Sou favorável à extinção de todos os impostos para os clubes, pois, se eles (clubes) não existissem, São Paulo teria menos áreas verdes. No caso do Parque do Ibirapuera, quem paga o IPTU? É a mesma coisa. Eles têm de ser preservados e, na minha gestão, tudo o que for relacionado ao futebol não terá hora marcada. Basta o dirigente aparecer no meu gabinete e a porta estará aberta”, concluiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo