iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/09 - 15:28

Sem Thiago Neves, Cuca comemora ponto do Flu no clássico

O aproveitamento foi bom, mas poderia ser ainda melhor se o Tricolor ainda contasse com seu ex-camisa dez em campo

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Fla-Flu deste domingo foi o primeiro jogo do Fluminense desde a negociação do meia Thiago Neves com o Hamburgo-ALE. O jogador não atuava pelo clube deste a vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense em 19 de julho, no Maracanã, mas teve novamente sua ausência sentida no clássico contra o Flamengo deste final de semana, que terminou empatado por 2 a 2.

Desde o jogo frente ao Figueira, o Flu fez dez partidas pelo Campeonato Brasileiro, conquistando três vitórias e três empates, além de quatro derrotas. O aproveitamento foi bom para tirar do time da zona de rebaixamento da competição, mas poderia ser ainda melhor se o Tricolor ainda contasse com seu ex-camisa dez em campo.

Pelo menos foi o que o técnico Cuca afirmou após o empate contra o Flamengo. “Acho que, se você tem um jogador como ele, as chances de vencer aumentam. Mais isso faz parte do passado”, despistou Cuca, ainda no Maracanã, sem ressentimentos com a negociação. “Nós seguimos adiante.”

Cuca, porém, reconheceu que o desfalque de Thiago Neves às vésperas do Fla-Flu acabou prejudicando o elenco - e, conseqüentemente, o resultado. Além de ter negociado sua saída para o futebol alemão, o meia ainda passou todo o mês de agosto a serviço da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim – assim como o zagueiro Thiago Silva, que atuou todos os 90 minutos no jogo.

“Era um clássico entre uma equipe se reestruturando e uma outra estruturada. Perdemos um jogador importante a 24 horas do jogo. E tivemos o Thiago Silva jogando, mesmo sem atuar a um mês e meio e sem ritmo de jogo”, explicou Cuca, que tentou assimilar positivamente o empate contra o estruturado Flamengo. “A vida me ensinou a valorizar um ponto”, disse.

Nas partidas que fez sem Thiago Neves, o Fluminense conquistou 12 dos 30 pontos que disputou – aproveitamento de 40%, semelhante aos de Figueirense e Vasco ao longo de toda a competição. Curiosamente, nas 13 primeiras rodadas, o time das Laranjeiras conquistou apenas três vitórias e três empates – aproveitamento de 30%, inferior até mesmo ao do Ipatinga no Brasileirão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo