iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/08 - 08:21, atualizada às 20:12 31/08

Robinho ataca técnico do Real Madrid e reitera vontade de ir ao Chelsea

"O treinador ainda acredita que pode me recuperar, mas minha cabeça está no Chelsea", disse o jogador

Gazeta Esportiva


MADRI (Espanha) - Faltando pouco mais de 24 horas para o encerramento da janela de transferências do futebol europeu , o atacante Robinho segue manifestando o desejo de deixar o Real Madrid e seguir para o Chelsea. Em entrevista coletiva neste domingo, o brasileiro mostrou-se irritado com o time espanhol e garantiu que não tem mais clima para seguir no Santiago Bernabéu. Assista ao vídeo no player ao lado >>

“A situação não mudou nada. Continuam as negociações, eu sigo com a mesma idéia de sair do Real Madrid; quero jogar no Chelsea. Disse isso ao presidente (Ramón Cálderon), aos diretores e ao treinador (Bernard Schuster). Pela enésima vez digo perante a imprensa. O treinador ainda acredita que pode me recuperar, mas minha cabeça está no Chelsea. Ele não é meu pai, é meu técnico”, apontou Robinho, que aproveitou para mandar um recado para o treinador do time merengue.

“Não vou me recusar a jogar se tiver que ficar no Real, mas se o Schuster quer manter um jogador insatisfeito no time, a responsabilidade é dele”, declarou o brasileiro, que não foi relacionado para a estréia do time no Campeonato Espanhol, neste domingo, contra o La Coruña.

Contratado em 2005 como mais um “galático” para o time que contava com jogadores como Ronaldo e Zidane, Robinho admitiu ter se sentido desprestigiado com a insistência da diretoria do clube merengue em trazer o português Cristiano Ronaldo para a temporada 2008/2009.

“Desde maio (de 2008) estamos tentando renovar o contrato, mas eles se esquivaram porque estavam certos da contratação do Cristiano Ronaldo. Ninguém veio, e agora não querem me deixar sair”, desabafou o camisa 10 do Real Madrid.

“O presidente (do Real Madrid, Ramón Calderón) disse que se houvesse uma boa oferta, ele me liberaria. Já tenho uma grande proposta do Chelsea e não sei o que posso fazer além disso”, questionou Robinho.

Segundo a imprensa espanhola, o Real Madrid não aceita negociar o brasileiro por menos de 40 milhões de euros. O impasse teria sido motivado ainda pelo fracasso nas tentativas de contratar Santi Cazorla, do Villarreal, e David Villa, do Valencia. Ambos renovaram seus contratos durante a semana.  


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo